Covid-19: estas são as medidas e as recomendações para este Natal

Pedro Falardo , com Lusa
24 dez 2021, 18:00

Restrições estão a ser muito contestadas pelo setor da restauração devido à falta de testes

PUB

Entram em vigor já esta sexta-feira algumas das medidas de contenção anunciadas pelo primeiro-ministro para o período do Natal.

PUB
  • A partir da meia-noite, e também nos dias 25, 30, 31 de dezembro e 1 de janeiro, será necessário apresentar um comprovativo de teste negativo para aceder a restaurantes, casinos e, no caso dos últimos dois dias, a festas de passagens de ano.
  • Estão também proibidos o consumo de álcool e os ajuntamentos de mais de dez pessoas na via pública, esta última valendo para as celebrações do Ano Novo.
  • O Governo emitiu, de igual modo, quatro recomendações para este período. O Executivo pede à população para evitar aglomerados e espaços fechados, pequenos e pouco arejados, estar sem máscara durante longos períodos de tempo e, ainda, reunir-se com familiares e amigos sem que antes seja feito um teste.

As medidas anunciadas estão a ser fortemente contestadas, principalmente pelo setor da restauração, que pede que o certificado digital “seja suficiente” para os dias em causa.

PUB

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) aponta em comunicado que a “manifesta escassez de testes, aliada à dificuldade com que as pessoas se têm deparado quando pretendem realizar os testes”, como as longas filas nos postos e farmácias, “constituem um forte desincentivo à testagem”, o que afastará os clientes, que já estão a cancelar reservas, alerta a associação.

PUB
PUB
PUB

“Sendo manifesta esta falta de resposta por parte do Estado ao nível dos testes e da testagem, a AHRESP apela ao Governo para que, neste período, seja suficiente exibir o Certificado Digital COVID da EU para aceder a estes espaços”, refere a nota de imprensa.

Autotestes não-supervisionados não dão acesso a estabelecimentos

Os autotestes realizados sem supervisão não serão suficientes para aceder às atividades e aos estabelecimentos que os passarão a exigir já esta sexta-feira.

Numa nota enviada às redações, o Governo esclarece que há três tipos de teste válidos:

  • o PCR, com uma antecedência de 72 horas;
  • o teste rápido de antigénio (TRAg), com uma antecedência de 48 horas;
  • e, até ao dia 2 de janeiro, os autotestes realizados no local, mediante supervisão.

O Governo refere que, no âmbito das medidas de contenção, os três tipos de teste são obrigatórios para o "acesso a restaurantes e estabelecimentos de jogos de fortuna ou azar ou celebrações autorizadas de Ano Novo" nos dias 24, 25, 30, 31 de dezembro e 1 de janeiro.

PUB
PUB
PUB

Especialistas dão mais conselhos para um período festivo seguro

Os médicos de saúde pública Ricardo Mexia e Bernardo Gomes afirmaram à CNN Portugal que é quase "inevitável" o aumento de casos no início do próximo ano. Contudo, salientam que continua a ser importante limitar a propagação da covid-19.

Para além das recomendações do Governo, ambos os especialistas reforçam que é importante evitar jantares de Natal de empresas e amigos, avaliar as condições de ajuntamento das pessoas às refeições e, ainda, exercer contenção para além da época natalícia.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados