O país fica em alerta até às 23:59 de 30/06 mas a máscara obrigatória não regressa até lá: Mariana Vieira da Silva falou

Agência Lusa , FMC
26 mai, 16:16
Ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, em conferência de imprensa (António Cotrim/Lusa)

Ministra diz ainda que o pior da pandemia já passou. E faz anúncio: novo plano de vacinação é conhecido a 9 de junho

A ministra da Presidência afirmou esta quinta-feira que os dados sobre a evolução da covid-19 em Portugal indicam que o “pico” da nova vaga de infeções já terá passado, assistindo-se a quedas da incidência em várias regiões.

Esta posição foi transmitida por Mariana Vieira da Silva em conferência de imprensa no final da reunião do Conselho de Ministros, depois de questionada sobre a recente evolução da pandemia em Portugal.

Mariana Vieira da Silva referiu que, na quarta-feira, como habitualmente antes dos conselhos de ministros, juntamente com a ministra da Saúde [Marte Temido], reuniu-se com o conjunto de peritos que têm apoiado o Governo nas suas decisões.

“Neste momento, de acordo com a análise aos números, o pico já terá passado, com algumas regiões já com quedas visíveis, assim como no que respeita [à incidência] em grupos etários. Por essa razão, o Conselho de Ministros decidiu manter as medidas em vigor”, respondeu a ministra da Presidência.

Mas Mariana Vieira da Silva deixou uma advertência: “Quero destacar que o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, por exemplo, não significa que a máscara não deva ser utilizada em situações de maior risco”.

Situação de alerta é prolongada até 30 de junho

O Conselho de Ministros aprovou ainda o prolongamento até 30 de junho da situação de alerta devido à situação epidemiológica da covid-19, anunciou esta quinta-feira a ministra da Presidência.

“Foi também aprovada a resolução que prorroga a declaração de situação de alerta em todo o território nacional continental, no âmbito da pandemia da doença covid-19, até às 23:59 do dia 30 de junho, mantendo-se inalteradas todas as medidas que atualmente se encontram em vigor”, afirmou a governante em conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros.

Novo plano de vacinação será anunciado a 9 de junho 

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, adiantou ainda que até 9 de junho o Ministério da Saúde vai anunciar as suas decisões relativamente ao plano de vacinação de outono contra a covid-19.

Este calendário foi transmitido pela titular da pasta da Presidência em conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros, depois de questionada sobre a vacinação contra a covid-19 destinada a faixas etárias abaixo dos 80 anos.

“Neste momento, está em curso a vacinação dos maiores de 80 e dos cidadãos que residem em estruturas residenciais para idosos. Entre a próxima semana e a semana seguinte, o Ministério da Saúde vai anunciar o plano de vacinação para o próximo Outono”, respondeu Mariana Vieira da Silva.

De acordo com a ministra da Presidência, nesse plano de vacinação contra a covid-19, vão constar as decisões relativamente às outras faixas etárias, tendo também em conta informações mais recentes dos parceiros europeus de Portugal”.

“Será um anúncio que o Ministério da Saúde fará”, reforçou.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados