VAR: 95 por cento dos lances revistos na Liga foram revertidos

5 jan 2021, 22:09
Video-árbitro (Reuters)

Dados revelados pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol revelou, nesta terça-feira, que 95 por cento dos lances da Liga que foram revistos com o apoio do vídeoárbitro acabaram com a decisão revertida.

O relatório indica que, em 107 jogos (falta o V. Guimarães-Nacional, que foi adiado, para completar a 12.ª ronda), foram registados 534 "incidentes", que é como quem diz lances que eram passíveis de intervenção do VAR.

Destes resultaram 43 revisões, ou seja, lances em que o VAR interage e dá a sua opinião à equipa de arbitragem em campo. Em 95 por cento estes casos a decisão final acabou por ser revertida.

A nota federativa informa ainda que David Elleray, consultor desde 2017, «irá elaborar pontualmente um relatório que analisa e esclarece um conjunto de lances das competições profissionais, escolhidos segundo o critério do próprio, sem olhar a clubes mas sim à característica do lance».

O relatório desta semana analisa um lance, o penálti pedido pelo Famalicão em Tondela, já em período de descontos.

As conclusões apresentadas são as seguintes:

- As Leis de Jogo indicam que um jogador tem direito à sua posição no terreno de jogo;

- O defensor nº 19 manteve a sua posição e claramente tenta evitar contacto com o atacante nº 11;

- O árbitro estava muito bem posicionado e com o campo de visão livre.

- Embora algumas pessoas pudessem esperar uma decisão de pontapé de penálti, o VAR agiu corretamente ao efetuar uma ‘verificação’ sem qualquer intervenção, uma vez que não há evidências que o árbitro tenha cometido um ‘claro e óbvio erro’.

Patrocinados