Conselho Nacional do PSD reúne-se na segunda-feira para marcar diretas e Congresso

Agência Lusa , HCL
5 jul, 11:03
Luís Montenegro chega à sede da Aliança Democrática

Devido às eleições europeias em junho, já estava previsto que o Congresso e as diretas se realizassem apenas depois do verão

O Conselho Nacional do PSD vai reunir-se na segunda-feira, em Lisboa, para marcar as eleições diretas para o presidente do partido e convocar o 42.º Congresso dos sociais-democratas.

A convocatória, com data de 3 de julho, foi publicada na última edição do órgão oficial do PSD, o Povo Livre.

Luís Montenegro foi eleito presidente do PSD em 28 de maio de 2022 e confirmado em Congresso no início de julho do mesmo ano para um mandato de dois anos.

Devido às eleições europeias em junho, já estava previsto que o Congresso e as diretas se realizassem apenas depois do verão.

Segundo o Expresso da semana passada, o PSD aguardava pela validação do Tribunal Constitucional quanto aos novos estatutos aprovados em novembro do ano passado para acertar essas datas.

Entre muitas outras alterações, os novos estatutos do PSD, já homologados em Conselho Nacional, obrigarão à realização de uma convenção pré-congresso sempre que haja mais do que um candidato às eleições diretas para presidente do PSD.

A ordem de trabalhos do II Conselho Nacional Extraordinário do PSD deste ano, marcado para as 21:30 num hotel em Lisboa, prevê a análise da situação política e a apresentação, discussão e votação do relatório de gestão e contas de 2023.

Segue-se depois a marcação da eleição do presidente da Comissão Política Nacional e aprovação do respetivo regulamento e a convocação e aprovação do regulamento do 42.º Congresso Nacional do PSD.

Partidos

Mais Partidos

Mais Lidas

Patrocinados