Comunidade Vida e Paz apoiou 485 pessoas sem-abrigo por dia em 2021

Agência Lusa , CF
4 jul, 21:43
Sem-abrigo [Foto: Reuters]

Os 600 voluntários da CVP distribuíram mais de 177 mil refeições ao longo do ano passado, em vários pontos de Lisboa e Amadora

A Comunidade Vida e Paz acompanhou diariamente, em média, 485 pessoas em situação de sem-abrigo em 2021, a quem distribuíram mais de 177 mil refeições em cerca de cem pontos dispersos por Lisboa e Amadora, segundo a organização.

De acordo com a informação disponível no relatório de Atividades e Contas relativo ao ano de 2021, a Comunidade Vida e Paz (CVP) teve 600 voluntários a fazer as rondas diárias, divididos em quatro equipas e em quatro itinerários diferentes.

Esses voluntários “acompanharam uma média diária de 485 pessoas, a quem distribuíram 177.310 ceias ao longo do ano”, lê-se no documento.

Refere também que as equipas de voluntários sinalizaram 202 pessoas “que careciam de intervenção urgente” para o Espaço Aberto ao Diálogo – que funciona em regime de ambulatório e se destina a acolher e motivar para a mudança as pessoas em situação de sem-abrigo – “o que representou um grande acréscimo face às 92 realizadas em 2020”.

“As problemáticas dominantes apresentadas pelas PSSA [pessoas em situação de sem-abrigo] estiveram, maioritariamente, associadas a comportamentos aditivos, alcoolismo e/ou toxicodependência, problemas de saúde mental, falta de suporte familiar e social, desemprego e problemas legais”, lê-se no documento.

De acordo com o relatório, e apesar da situação pandémica, a CVP “manteve-se, permanentemente, a realizar as voltas de noite”.

“Os voluntários com um maior índice de risco e que haviam suspendido a sua participação, devido à covid-19, foram, progressivamente, regressando ao serviço voluntário e o número de voluntários alargou-se a um máximo cinco elementos por volta”, refere a CVP.

País

Mais País

Patrocinados