Portugal
45'
0 - 0
Chéquia

Líder da comissão de vencimentos demite-se da TAP

18 mai 2023, 16:37
TAP (imagem Getty)

Depois de ter ido à comissão de inquérito, Tiago Aires Mateus sai da TAP em discordância com a proposta para o salário do novo presidente executivo da companhia aérea

A TAP ficou sem o presidente da comissão de vencimentos. Tiago Aires Mateus apresentou a sua demissão nesta quinta-feira, em discordância com a proposta para o salário do novo presidente executivo da companhia aérea, refere a revista Sábado (acesso pago).

Tiago Aires Mateus terá sido pressionado pelo Ministério das Infraestruturas para alterar o parecer que fixa o vencimento de Luís Rodrigues, refere a revista. O parecer determina que o novo líder da TAP deve ganhar 420 mil euros brutos por ano, sem direito a prémios. O valor terá sido calculado a partir do ordenado que Fernando Pinto enquanto líder da TAP no período em que o Estado era o único acionista.

No entanto, o ex-líder da SATA apenas terá aceitado suceder a Christine Ourmières-Widener com a condição de receber o mesmo ordenado que a antecessora, embora sem direito a bónus e prémios de desempenho. Luís Rodrigues terá mostrado descontentamento ao Ministério das Finanças (que tutela a TAP em parceria com o Ministério das Infraestruturas).

O Ministério das Infraestruturas terá tentado alterar o parecer da comissão de vencimentos da TAP. A situação terá conduzido à demissão de Tiago Aires Mateus, segundo a revista Sábado.

Em 2021, Christine Ourmières-Widener obteve um salário base de 504 mil euros e um subsídio de residência de 30 mil euros. A isto acrescentaram ainda benefícios sociais, não quantificados, adiantou Tiago Aires Mateus na audição da comissão parlamentar de inquérito à TAP no dia 19 de abril.

Relacionados

Economia

Mais Economia

Patrocinados