Governo aprova Plano de Ação para a Bioeconomia Sustentável

Agência Lusa
26 nov, 11:33
Sustentável
Sustentável

O Plano de Ação para a Bioeconomia Sustentável – Horizonte 2025 aposta na valorização de matérias primas biológicas face às de origem fóssil

PUB

O Governo aprovou a resolução que estabelece o Plano de Ação para a Bioeconomia Sustentável – Horizonte 2025, setor que tem 145 milhões de euros contemplados no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

De acordo com o comunicado emitido na noite de quinta-feira após a reunião do Conselho de Ministros, este plano de ação tem o objetivo “de criar novos processos, produtos e serviços com valor acrescentado de longo prazo que garantam a valorização do território, dos habitats naturais e das comunidades locais, adotando modelos de produção e de consumo mais sustentáveis, que contribuam para a regeneração e melhoria dos serviços ambientais”.

PUB

Já num comunicado hoje divulgado pelo Ministério do Ambiente da Ação Climática (MAAC), é referido que a aprovação ocorre “depois do período de consulta pública, no qual participaram empresas, associações comerciais e industriais e particulares”.

De acordo com o MAAC, a bioeconomia sustentável centra-se no processamento e valorização de matérias primas biológicas, no estabelecimento de novas cadeias de valor e no desenvolvimento de bioprodutos de valor acrescentado com novas funcionalidades ou que substituam outros, de origem fóssil.

PUB
PUB
PUB

A mesma nota acrescenta que o Plano de Ação para a Bioeconomia Sustentável “comporta cinco eixos de intervenção”, incluindo a produção sustentável e a utilização de recursos biológicos ou o desenvolvimento “de uma bioindústria circular e sustentável”.

O MAAC detalha também que a resolução do Conselho de Ministros enquadra medidas setoriais previstas no Plano de Recuperação e Resiliência para a promoção da bioeconomia sustentável que “representam um investimento global de 145 milhões de euros”.

“Estes fundos servirão para mobilizar investimentos em projetos da indústria têxtil e vestuário, do calçado e da resina natural”, explica a nota do MAAC.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.

Clima

Mais Clima