Aguadeiro de Eliud Kipchoge em Berlim é um fenómeno na internet

26 set, 11:26
Claus-Henning Schulke

Claus-Henning Schulke dá apoio ao recordista do mundo da maratona e vibra com cada entrega bem sucedida

Claus-Henning Schulke é um triatleta amador de 56 anos que trabalha como voluntário na Maratona de Berlim desde 1998, para além de ser - no resto do ano - gestor de projetos como a reconstrução do Palácio de Berlim.

Por estes dias, o alemão volta à ribalta por ter ajudado, uma vez mais, Eliud Kipchoge a estabelecer um recorde do mundo da maratona. O queniano melhorou em 30 segundos o anterior máximo, estabelecido pelo próprio em 2018.

E foi em 2018, em Berlim, que Eliud Kipchoge e Claus-Henning Schulke se conheceram pela primeira vez. Como voluntário mais experiente do seu grupo, o triatleta amador assumiu a responsabilidade de entregar as garrafas de água - na verdade, é água misturada com hidratos de carbono - ao atleta.

O entusiasmo do alemão perante cada missão bem sucedida, festejando cada entrega como uma enorme vitória, fez de Schulke um verdadeiro fenómeno na internet. Kipchoge também ficou rendido e a dupla manteve a colaboração na maratona alemã desde então.

Ora em 2022, no momento da chegada de Eliud Kipchoge a Berlim, lá estava o incomparável Claus-Henning Schulke à espera do queniano no aeroporto.

O voluntário repetiu o desempenho entusiasmante na maratona de Berlim e o atleta fez «o mais fácil», garantindo novo recorde mundial, completando a maratona em 2:01.09 horas.

Com um aguadeiro destes, o sucesso é garantido.

Relacionados

Patrocinados