Jovem palestiniano morto em confrontos com exército israelita na Cisjordânia

Agência Lusa , AM
15 set, 08:33
Cisjordânia (Associated Press)

Morte aconteceu durante uma operação na aldeia de Kfar Dan

Um adolescente palestiniano foi morto esta manhã em novos confrontos com o exército israelita numa área do norte da Cisjordânia que tem estado sob grande tensão nos últimos meses, disse o Ministério da Saúde palestiniano.

A mesma fonte avançou que o jovem de 17 anos foi morto por um "tiro na cabeça" pelas forças israelitas durante uma operação na aldeia de Kfar Dan, perto de Jenin.

Na quarta-feira, um soldado israelita e dois palestinianos da aldeia de Kfar Dan foram mortos numa troca de tiros no posto de controlo de Jalameh, um ponto de passagem entre Israel e a Cisjordânia ocupada, localizado a poucos quilómetros de Jenin.

O exército israelita disse que foram destacadas forças para Kfar Dan para "identificar as casas dos dois terroristas" que mataram um soldado, com o objetivo de as destruir.

O comandante israelita Bar Falah, de 30 anos, foi enterrado na quarta-feira à noite no cemitério militar de Netanya, a norte de Telavive.

"Não hesitaremos em agir onde a Autoridade Palestiniana não mantém a ordem", disse o primeiro-ministro israelita, Yair Lapid, na quarta-feira, após o ataque, reivindicado pelas Brigadas Mártires de Al-Aqsa, a ala armada do partido Fatah do Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas.

Desde uma série de ataques anti-israelitas em março que mataram 19 pessoas, o exército israelita aumentou as operações no norte da Cisjordânia, um território ocupado desde 1967 pelo Estado hebreu, especialmente nas regiões de Nablus e Jenin, onde os grupos armados palestinianos estão ativos.

Estas operações, frequentemente acompanhadas de confrontos com a população local ou combatentes, resultaram em dezenas de mortes do lado palestiniano e na detenção de mais de 1.500 pessoas, segundo o chefe do exército israelita, Aviv Kohavi.

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados