'Top Gun: Maverick' bate recordes nos Estados Unidos (e na carreira de Tom Cruise)

29 mai, 19:26
Top Gun: Maverick (Fotos: Paramount Pictures)

O sucesso da sequela de Top Gun ultrapassa todas as expetativas nos cinemas norte-americanos. Público e críticos mostram-se rendidos ao regresso de Pete "Maverick", 36 anos após o filme original

A carreira de Tom Cruise atingiu um novo marco impressionante: numa época em que os filmes da Marvel dominam as bilheteiras mundiais, o ator norte-americano conseguiu que as audiências fossem ao cinema ver algo que não envolve superheróis. 

"Top Gun: Maverick", a sequela do filme de ação de 1986, estreou nos cinemas portugueses na passada quinta-feira. Nos Estados Unidos, o país de origem da produção, revelou-se um sucesso estrondoso: de acordo com a agência de notícias Reuters, só no fim de semana de estreia acumulou uns impressionantes 134 milhões de dólares (124 milhões de euros), num recorde de 4732 salas de cinema. 

É agora esperado que o filme atinja uma venda de bilhetes no valor de 151 milhões de dólares (140 milhões de euros)  até segunda-feira, o feriado nacional do Memorial Day. Se concretizados, estes números representariam a melhor estreia de sempre do feriado norte-americano, da produtora Paramount - e da própria carreira de 40 anos de Tom Cruise.

Este sucesso esmagador pode explicar-se por múltiplos fatores: os elogios da crítica especializada (com uma pontuação de 97% no Rotten Tomatoes e um A+ no CinemaScore), a nostalgia perante uma sequela de um clássico dos anos 80, e o regresso de Tom Cruise ao papel de Pete "Maverick" Mitchell. 

O público acima dos 40 anos, o mais relutante em regressar aos cinemas ao longo da situação pandémica, foi um dos grupos mais expressivos na plateia do novo "Top Gun: Maverick". Mas não só: as camadas mais jovens - incluindo aqueles que ainda não tinham nascido aquando do lançamento do primeiro filme - também aderiram em força, possivelmente aliciadas pelas críticas positivas em circulação nas redes sociais.

A prestação do filme nos cinemas norte-americanos excedeu as expetativas, mas também ajudou a justificar o orçamento de 170 milhões de dólares - que não inclui os milhões despendidos na promoção do filme

A sequela tardia tinha estreia prevista para o verão de 2020, mas foi adiada várias vezes como consequência das restrições contra a covid-19

"Top Gun: Maverick" está em exibição nas salas de cinema portuguesas desde o dia 26 de maio. 

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Cinema

Mais Cinema

Patrocinados