Van der Poel assumiu-se como culpado de agressão para sair da Austrália

26 set, 10:31
Mathieu van der Poel (AP)

Ciclista neerlandês pagou multa depois de altercação com duas adolescentes num hotel de Sydney

O ciclista neerlandês Mathieu van der Poel declarou-se culpado de agressão a duas adolescentes num hotel nos arredores de Sydney e foi condenado a uma multa de 1.500 dólares australianos, segundo informa a agência France-Presse, citando fontes judiciais.

As mesmas fontes detalham que o corredor da Alpecin-Fenix, que deveria apresentar-se na terça-feira no tribunal de Sutherland, também nas imediações de Sydney, foi condenado a pagar duas multas, uma de 1.000 e outra de 500 dólares australianos, um total de 1.010 euros.

A emissora neerlandesa NOS informa ainda que Van der Poel já está num avião a caminho dos Países Baixos, depois de ter recuperado o seu passaporte após o pagamento das referidas multas.

Uma das figuras do ciclismo mundial, Van der Poel foi detido na noite de sábado, horas antes de disputar a prova de fundo dos Mundiais de Wollongong, devido a uma altercação com duas adolescentes no hotel onde estava instalado.

«Houve uma pequena discussão. Quis deitar-me cedo ontem [sábado] à noite, mas havia muitos miúdos no corredor do hotel, que não paravam de bater à minha porta. A dada altura, fartei-me. Pedi-lhes, de forma muito simpática, que parassem. Foi então que a polícia foi chamada e me levou», contou o ciclista aos jornalistas no domingo, antes do início da prova de fundo dos Mundiais, da qual viria a desistir cerca de 30 quilómetros depois do arranque.

A polícia da Nova Gales do Sul (Austrália), sem nunca identificar Van der Poel, confirmou à agência France-Presse no domingo ter detido um homem de 27 anos (a idade do ciclista), acusado de dois casos de «agressão» contra duas adolescentes, de 13 e 14 anos.

«Pelas 22h40 [locais, menos nove horas em Lisboa] de sábado, um homem esteve envolvido numa altercação verbal com duas adolescentes de 13 e 14 anos num hotel de Brighton-Le-Sands. De acordo com os factos presumidos, ele terá empurrado as duas adolescentes, tendo uma delas caído ao chão e outra sido projetada contra a parede, o que lhe causou um pequeno arranhão no cotovelo», informou a polícia em comunicado.

Na mesma nota, a polícia do estado da costa leste australiana precisava que, na sequência do incidente, a direção do hotel foi «informada» e, «de seguida, a polícia foi chamada», com «um homem de 27 anos a ser detido pouco depois», sendo levado para a esquadra de Kogarah, onde foi «acusado por dois casos de agressão».

Libertado sob caução, Van der Poel, que era um dos grandes candidatos à camisola arco-íris, ainda alinhou na prova de fundo, conquistada pelo belga Remco Evenepoel, mas acabou por desistir, por estar «mentalmente destruído», segundo o manager da Alpecin-Fenix, Christoph Roodhooft.

 

Relacionados

Patrocinados