Vodafone vai ressarcir os clientes? "Neste momento o nosso foco está no restabelecimento da operação"

9 fev, 20:40

Clientes queixam-se de chamadas cortadas, SMS por enviar, televisão sem serviço e dados móveis lentos. Nas redes sociais pedem que a próxima fatura não seja debitada

Chamadas cortadas, SMS por enviar, televisão que não funciona, dados móveis lentos. Estas são algumas das muitas queixas que, desde que se fizeram sentir os efeitos do ciberataque à Vodafone, têm sido escritas nas redes sociais pelos clientes, que esperam que a próxima fatura não seja debitada devido às falhas nos serviços. Mas ressarcir os clientes não é, para já, uma das prioridades da operadora de telecomunicações.

Em resposta à CNN Portugal, que questionou a empresa sobre a possibilidade de ressarcir os clientes, a Vodafone afirma que "neste momento, o foco está no restabelecimento da sua operação, com a maior brevidade possível e máxima estabilidade, para repor todos os serviços aos seus clientes". E mais não diz.

Entretanto a operadora de telecomunicações criou uma página com as informações atualizadas sobre o ciberataque. Segundo a Vodafone, a página contém toda a informação, por ordem cronológica, que será atualizada sempre que houver novas informações.

Na mais recente atualização, a Vodafone informa que já foi possível restabelecer alguns canais de comunicação com o Serviço de Apoio a Clientes. No entanto, alerta para constrangimentos ainda associados e pede a compreensão dos Clientes "face à instabilidade ainda existente". "O restabelecimento dos canais digitais, designadamente através da App My Vodafone, está a ser outra área de atuação prioritária, com resultados já alcançados, mas ainda sem acessibilidade total.", refere.

 

 

Relacionados

País

Mais País

Patrocinados