Taiwan batem número recorde de emigrantes vindos de Hong Kong

Agência Lusa , BMA
28 jan, 08:19
Taiwan (AP)

Ilha não tem legislação sobre asilo e não aceita pedidos de refugiados por receio de um possível fluxo da China continental

Taiwan anunciou esta sexta-feira um número recorde de habitantes de Hong Kong que emigraram para aquela ilha em 2021, ano em que se fez sentir um crescente controlo da China sobre a antiga colónia britânica.

A ilha de Taiwan sempre atraiu residentes de Hong Kong, mas o fluxo acelerou desde que Pequim impôs a Lei de Segurança Nacional em 2020 naquela região administrativa especial chinesa, após os protestos pró-democracia em 2019.

De acordo com a agência nacional de imigração de Taiwan, o número de habitantes de Hong Kong a quem foram concedidas autorizações de residência na ilha atingiu quase 13.000 em 2021. Foram concedidas 11.173 autorizações de estadia de curta duração e 1.685 de residência permanente.

Mais do que em 2020, quando os números já tinham duplicado para 10.813 vistos para uma autorização de estadia de curta duração. Em 2014, aquando de outro protesto massivo, a chamada "Revolução dos Guarda-Chuvas", Taiwan emitiu 7.506 vistos deste tipo.

Taiwan não tem legislação sobre asilo e não aceita pedidos de refugiados por receio de um possível fluxo da China continental.

No entanto, os cidadãos de Hong Kong podem candidatar-se a residir na ilha através de outros canais, incluindo vistos associados ao investimento.

O Governo da Presidente, Tsai Ing-wen, apoia oficialmente o movimento pró-democracia em Hong Kong e lançou um gabinete em 2020 para processar as candidaturas dos habitantes daquela cidade chinesa que quisessem partir.

Taiwan, que vive sob a ameaça constante de uma possível invasão da China, reserva-se o direito de rejeitar certos pedidos de imigração por razões de segurança nacional.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados