Ex-presidente chinês retirado à força do congresso do Partido Comunista

22 out, 09:21

Ao longo da troca de palavras com o oficial do partido que o retirou, Hu Jintao parece indicar por várias vezes que quer permanecer no seu lugar. No entanto, acabou mesmo por sair do local

O ex-presidente chinês Hu Jintao foi este sábado retirado à força da cerimónia de encerramento do 20.º Congresso do Partido Comunista do país.

Nos vídeos e fotografias disponibilizados pelas agências presentes, é possível ver Hu, sentado ao lado do atual líder Xi Jinping, ser retirado do seu lugar à força, presumivelmente, por outro membro do partido. Ao longo da troca de palavras com esse oficial, Hu Jintao parece indicar por várias vezes que quer permanecer no seu lugar, mas acabou mesmo por ser retirado.

Já em pé, Hu dirige algumas palavras para Xi Jinping, que acena afirmativamente, e toca no ombro do primeiro-ministro, Li Keqiang, antes de sair de cena.

As circunstâncias desta ocorrência não são conhecidas. A CNN Internacional reporta que a saúde de Hu Jintao, de 79 anos, tem sido notícia, pela aparente fragilidade que tem evidenciado durante as suas aparições públicas.

O 20.º Congresso do Partido Comunista Chinês marcou a afirmação definitiva de Xi Jinping enquanto líder supremo desta república. O presidente eleito em 2013 deverá ser reconduzido este domingo para um terceiro mandato, algo inédito na história do partido, isto após em 2018 ter sido eliminado o limite de dois mandatos previamente vigente.

Neste congresso, o partido renovou também a sua elite, elegendo cerca de 200 novos membros para o Comité Central, totalmente alinhados com a visão de Xi Jinping.

Relacionados

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados