Chega promete aprovar apoios à habitação para jovens se forem alargados até aos 40 anos

Agência Lusa , HCL
26 mai, 18:34
André Ventura (Lusa/FILIPE AMORIM)

O presidente do Chega pediu ao Governo PSD/CDS-PP que "tenha a coragem de alargar estes benefícios até aos 40 anos"

O presidente do Chega, André Ventura, prometeu hoje que o seu partido aprovará os apoios à habitação apresentados pelo Governo para os jovens, se forem alargados até aos 40 anos.

"Lançamos aqui o desafio, é moeda de troca: se o PSD alargar o âmbito de apoio aos 40 anos, o Chega votará favoravelmente as medidas de apoio do Governo. É um desafio que deixo aqui diretamente ao senhor primeiro-ministro e ao senhor ministro da Habitação", declarou o presidente do Chega.

André Ventura falava aos jornalistas no Montijo, distrito de Setúbal, tendo ao seu lado o cabeça de lista do Chega às eleições europeias de 09 de junho, António Tânger Corrêa.

No plano europeu, anunciou que o Chega pretende "propor um grande plano europeu contra a corrupção para que os estados sejam obrigados a implementar medidas eficazes contra a corrupção desde o enriquecimento ilícito até ao confisco de bens".

André Ventura acrescentou que o Chega tenciona também propor a nível europeu "que os apoios à habitação e às rendas dos jovens, porque a União Europeia está com um problema real de jovens, se possa alargar até aos 40 anos", assim como a nível nacional.

"Nós vamos propor o alargamento, inclusive no parlamento português, do apoio aos jovens de habitação e de renda até aos 40 anos. E esperemos abertura do Governo para negociar este diploma e para o poder viabilizar", declarou.

O presidente do Chega pediu ao Governo PSD/CDS-PP que "tenha a coragem de alargar estes benefícios até aos 40 anos".

"Se isto for feito, temos condições para uma aprovação rápida no parlamento, independentemente do PS, independentemente do BE, porque temos maioria para poder aprovar estas medidas", referiu.

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados