Comissão Permanente aprova levantamento de imunidade de André Ventura

Agência Lusa , PF
9 dez 2021, 18:46
Segundo dia do IV Congresso do Chega
Segundo dia do IV Congresso do Chega

Deputado do Chega vai responder por um alegado crime de difamação agravada em relação a Fernando Rosas

PUB

A Comissão Permanente da Assembleia da República aprovou esta quinta-feira o levantamento da imunidade parlamentar do deputado único do Chega, André Ventura, para poder responder na sequência de afirmações sobre o fundador do Bloco de Esquerda Fernando Rosas.

A decisão, aprovada em reunião da Comissão Permanente, órgão de composição reduzida que substitui o plenário no período da dissolução, foi aprovada por unanimidade, a exemplo do que aconteceu no passado dia 2 de dezembro, na comissão de Transparência e Estatuto dos Deputados.

PUB

Há cerca de duas semanas, alguns órgãos de comunicação social noticiaram que o Ministério Público pediu à Assembleia da República o levantamento da imunidade parlamentar do deputado único e líder do Chega, para que possa ser constituído arguido e ouvido por suspeita de um alegado crime de difamação agravada.

Em causa está uma publicação na sua página na rede social Facebook, de fevereiro deste ano e que ainda pode ser consultada, na qual escreveu: “Fernando Rosas diz que Marcelino da Mata foi um criminoso, mas foi ele que torturou homens e sequestrou mulheres em 1976”.

PUB
PUB
PUB

O deputado André Ventura já teve a sua imunidade parlamentar levantada anteriormente.

Em junho, o parlamento levantou a imunidade ao deputado e líder do Chega para responder em tribunal por suspeita de crime de desobediência devido a um jantar-comício nas eleições presidenciais com mais de 170 pessoas, em estado de emergência.

No final dos trabalhos da reunião da Comissão Permanente foi também aprovado, por unanimidade, um pedido de levantamento da imunidade da porta-voz e deputada do PAN para depor como testemunha no processo que decorre da queixa crime que a própria fez ao Ministério Público em setembro, a propósito de insultos e ameaças que recebeu à data nas redes sociais.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados