Amorim: «A sensação é que muito do que aconteceu foi culpa nossa»

4 out, 21:32

Treinador do Sporting explica ainda porque é que optou por tirar Edwards após a expulsão de Adán

Declarações do treinador do Sporting, Ruben Amorim, em conferência de imprensa, após a derrota por 4-1 ante o Marselha, em jogo da terceira jornada do grupo D da Liga dos Campeões:

[Se houve mais demérito do Sporting ou mérito do Marselha:] «Geralmente as coisas estão ligadas, obviamente que o Marselha tem o seu mérito, mas o jogo estava controlado. Eles estavam com dificuldades em marcar homem a homem, nós tínhamos espaço e mudei o Marcus. Se calhar podia ter mudado o Trincão, mas o Marcus não tem a capacidade física de fazer as duas coisas, não neste momento, e o Marcus se calhar era quem estava melhor a rodar e a criar problemas. Todos os momentos do jogo foram contra nós, mas temos de dizer que deveríamos ter feito mais para evitar isso, porque o jogo estava controlado. Uma noite que custa muito, mas faz-nos crescer.»

[Ensinamentos para o jogo em casa com o Marselha:] «Também só podemos olhar para 20 e tal minutos, para antes da expulsão, mas vamos olhar para o jogo. Conseguimos perceber melhor o encaixe, mas enquanto estivemos 11 para 11, certamente estaríamos sempre dentro do jogo. O primeiro golo mudou completamente e quando quisemos reagir, sofremos logo o segundo e foi difícil. Depois, com a expulsão, acabou o jogo. A sensação com que saio foi que muito do que aconteceu foi culpa nossa e que nós podemos ganhar ao Marselha e isso ficou muito claro na minha cabeça, sabendo que o Marselha tem uma grande equipa. O objetivo agora é ganhar ao Santa Clara, porque temos de ganhar consistência e isso é o nosso foco.»

Relacionados

Champions

Mais Champions

Patrocinados