Champions: Eintracht Frankfurt-Sporting, 0-3 (crónica)

7 set, 20:05

Uma “Eintrada” de leão

Em Frankfurt, uma “Eintrada” de leão. Uma vitória histórica.

O Sporting bateu o Eintracht Frankfurt por três golos sem resposta e entrou em grande na fase de grupos da Liga dos Campeões, naquela que foi a primeira vitória de sempre do clube na Alemanha, em competições europeias.

Três golos na última meia hora, por Marcus Edwards, Francisco Trincão e Nuno Santos, decidiram um jogo em que o leão entrou de mansinho, com cabeça, até soltar as garras perante a águia.

Maturidade tática dos homens comandados por Ruben Amorim. Pode dizer-se assim.

Afinal, o Sporting soube antecipar muito daquilo que a equipa de Oliver Glasner podia fazer.

O leão entrou contido. Sereno. Com muita troca de bola a partir de Adán e a tentar pautar - e a conseguir - o ritmo de jogo perante o campeão da Liga Europa. Até porque adivinhava-se, sempre que a equipa de Glasner tivesse a bola, seria investida rápida e feroz na direção da baliza do espanhol.

E isso até aconteceu, mas sobretudo por erros dos leões. Três nos primeiros 18 minutos. Adán quase fez a espargata para emendar um erro de Ugarte (2m) e, mais tarde, compensou uma asneira própria ao defender um remate de Kamada (16m). Finalmente, valeu a falta de pontaria de Lindstrom após uma má ação de Gonçalo Inácio na saída (18m). Pelo meio, os leões tiveram uma rara chegada à área na primeira meia hora e Edwards viu ser assinalado penálti por um lance com Lenz, mas o árbitro mudou a decisão após consultar as imagens (12m).

A certa altura, o Eintracht, que com mérito teve apenas uma chegada perigosa numa bola de Kamada defendida por Adán à meia hora de jogo, deixou de pressionar tão alto e foi convidando o Sporting a subir mais um pouco. O leão, que ia tendo em Adán segurança na baliza, em Coates coesão na retaguarda e nas subidas de Porro e em Edwards o maior atrevimento na frente, teve mesmo a melhor ocasião da primeira parte pelo inglês, após uma combinação com o lateral espanhol. Valeu Trapp ao Eintracht, ao minuto 36. Em cima do intervalo, Adán voltou a ser vital num lance confuso na área.

Três minutos a encaminhar história

A capacidade que o Sporting teve de contrariar o Eintracht tirou algum fulgor ao adversário. Jakic mantinha-se ativo no apoio pela direita, Gotze tentava fazer a diferença nos espaços, Sow e Ebimbe tentavam dar músculo no meio e Kamada procurava ferir no último terço. Mas o leão não tremia, nem desconfiava de si mesmo. Nem mesmo com contrariedades e erros: St. Juste saiu logo após o recomeço por lesão, e Luís Neto salvou o Sporting na sua primeira ação em jogo, após uma perda proibida de Coates para Gotze, que quase deu golo de Kamada.

Ugarte, sublime a nível defensivo na ligação entre setores, foi subindo de rendimento e Pedro Gonçalves e Trincão, apagados na primeira meia hora, apareceram para a decisão. Para os golos.

Já depois de mais um lance de perigo por Edwards e Porro, o Sporting encaminhou uma vitória histórica em três minutos, iniciada num golo de quem já tinha sido muito feliz em Frankfurt. Marcus Edwards, que no mesmo palco dera o triunfo ao V. Guimarães em 2019, iniciou desta vez o do leão ao minuto 65. Tudo começou na esquerda, na visão de Pedro Gonçalves para e entrada de Morita, que passou atrasado para o inglês concluir perante a pressão de Ebimbe.

Glasner tentou logo responder ao tirar Ebimbe do meio para lançar Borré na frente, mas o Sporting deu de imediato uma lição de como sair a jogar: Adán-Trincão-Morita-Pedro Gonçalves-Edwards e, por fim, Trincão a receber do inglês na área para atirar a contar (67m).

A vantagem repentina de dois golos deu mais espaços ao leão na frente, desorientou um Eintracht que não deixou de ser apoiado pelos adeptos, mas nunca mais a diferença no marcador ficou em causa. Foi até aumentada, graças a uma enorme valentia de Pedro Porro, que cavalgou perante dois oponentes na direita e cruzou para o recém-entrado Nuno Santos finalizar uma “Eintrada” de leão na Champions, num jogo que também ditou o regresso de Paulinho à competição.

(Imagens vídeo Eleven Sports)

Relacionados

Champions

Mais Champions

Patrocinados