Proença: «Chalana marcou-me enquanto miúdo que assistiu ao Benfica na Luz»

10 ago, 17:44
Pedro Proença

Presidente da Liga lamenta morte do «pequeno genial»

O presidente da Liga reagiu nesta quarta-feira à morte de Fernando Chalana, referindo ao «pequeno genial» como alguém «consensual» no futebol português.

«Foi uma figura não só do Sport Lisboa e Benfica, mas também um extraordinário jogador que representou a nossa Seleção Nacional. Mas entrou no panteão dos ídolos. Tornou-se uma figura direi que consensual. É alguém que foi muito mais do que uma figura de clube. Simbolizava o que o futebol tinha de melhor: um jogador extraordinário que com a sua energia fazia de muitas das suas fintas a alegria de muitos outros», disse Pedro Proença.

O antigo árbitro recordou algumas das memórias mais antigas que tem de Fernando Chalana, ainda na década de 80 com a camisola do Benfica, mas não só. «Foi um dos jogadores mais geniais da história do futebol português. Marcou-me muito enquanto jovem e miúdo que começou a assistir na década de 80 aos jogos do Benfica no Estádio da Luz. E quem não se recorda do Euro 84, em que ficou célebre pelas suas fintas extraordinárias, em que fazia sentar no chão jogadores sem tocar na bola?»

Para Pedro Proença, Chalana era uma pessoa de «coração único». «Abraçava os seus amigos como ninguém», disse, lembrando que chegou a pisar o relvado quando o ex-futebolista já era treinador.

«Nesta altura de tristeza para todos nós, em meu nome e da Liga Portugal envio as mais sentidas condolências a toda a sua família e a todos os amigos de Fernando Chalana», rematou.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados