Caso EDP: Ministério Público fez buscas na empresa Odebrecht Portugal

Agência Lusa , FMC
2 jun, 23:35
EDP (Lusa/Miguel A. Lopes)

As "diligências de recolha de prova (...) foram operacionalizadas pela equipa multidisciplinar de investigação privativa do DCIAP, a SIATID, constituída por elementos de diversos Órgãos de Polícia Criminal".

O Ministério Público (MP) fez esta quinta-feira buscas na empresa Odebrecht Portugal, no âmbito do processo EDP/CMEC.

“No âmbito do designado Processo EDP/CMEC, dirigido pelo Ministério Público do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), realizaram-se, no dia de hoje, buscas à empresa Odebrecht Portugal”, lê-se numa nota publicada no ‘site’ do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

De acordo com o DCIAP, as “diligências de recolha de prova, presididas pelo Ministério Público, foram operacionalizadas pela equipa multidisciplinar de investigação privativa do DCIAP, a SIATID (Secção de Investigação, Análise e Tratamento de Informação Digital), constituída por elementos de diversos Órgãos de Polícia Criminal”.

O caso EDP está relacionado com os CMEC (Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual) no qual António Mexia e Manso Neto são suspeitos de corrupção e participação económica em negócio para a manutenção do contrato das rendas excessivas em que, segundo o Ministério Público, terão corrompido o ex-ministro da Economia Manuel Pinho e o ex-secretário de Estado da Energia Artur Trindade.

Manuel Pinho foi constituído arguido no âmbito do caso EDP no verão de 2017, por suspeitas de corrupção e branqueamento de capitais, num processo relacionado com dinheiros provenientes do Grupo Espírito Santo.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados