Parlamento não consegue falar com pai das gémeas (e mãe recusa dar contacto aos deputados)

9 jul, 20:17

Deputados já tentaram contactar Samir Assad de várias formas, todas sem sucesso

A Assembleia da República não consegue obter resposta do pai das gémeas luso-brasileiras tratadas no hospital de Santa Maria com aquele que na altura era, em 2020, o medicamento mais caro do mundo. 

Samir Assad acompanhou todo o tratamento em Lisboa, estando referido em vários documentos e e-mails consultados pelos deputados, e foi uma das pessoas chamadas à Comissão Parlamentar de Inquérito aberta sobre o caso, após a investigação da TVI. 

O presidente da comissão, Rui Paulo Sousa, explica à CNN Portugal que no último mês e meio já tentaram contactar o pai das crianças de várias formas, incluindo através de contactos que encontraram no processo clínico das filhas, mas nunca obtiveram qualquer resposta - nem a e-mails, nem a chamadas telefónicas. 

A Comissão Parlamentar de Inquérito chegou a pedir algum novo contacto à mãe das crianças e ao seu advogado (que também já foi advogado do pai), mas, segundo Rui Paulo Sousa, ambos recusaram ajudar a Assembleia da República e não forneceram qualquer contacto.

Daniela Martins e Samir Assad estão atualmente divorciados, ao contrário do que acontecia em 2019-2020 quando a família viajou para Portugal para obter o tratamento para a atrofia muscular espinhal. 

Os serviços jurídicos do Parlamento estão agora a avaliar se podem pedir ajuda às autoridades judiciais do Brasil para chegar ao contacto com o pai das crianças que, tudo indica, não tem nacionalidade portuguesa.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados