Este é o cão mais feio do mundo

CNN , Issy Ronald
25 jun, 19:00
Cão mais feio do mundo. Foto Gettyimages

O "cão mais feio do mundo" é um cão de língua comprida chamado Wild Thang (à letra, Coisa Selvagem)

Dizem que a beleza está nos olhos de quem vê. E o concurso anual World's Ugliest Dog (O Cão Mais Feio do Mundo) revelou alguns verdadeiros diamantes na sexta-feira, quando foi realizado na Feira Sonoma-Marin em Petaluma, Califórnia, nos Estados Unidos.

Wild Thang, um pequinês de oito anos, foi coroado vencedor e recebeu o prémio de cinco mil dólares (4 700 euros) depois de cinco tentativas anteriores.

"Ele era o favorito dos fãs... ele é como a dama de honra e nunca a noiva", disse a juíza Fiona Ma à Associated Press. "Ele realmente puxou as cordas do nosso coração e mereceu vencer".

Quando era cachorro, Wild Thang contraiu um vírus que quase o matou e o deixou com danos permanentes. Os seus dentes nunca se desenvolveram, pelo que tem a língua de fora e a pata dianteira direita está sempre a remar.

Rome (Roma), um pug de 14 anos, no tapete vermelho durante o concurso anual World's Ugliest Dog. Ficou em segundo lugar.

"Nunca lhe cortaram o cabelo, por isso é assim que ele é e (o dono) rapa-lhe a barriga e ele gosta de dormir em cima de sacos de gelo", acrescentou Ma. "É um cão muito querido - eu estava a pegar nele e ele adora ser abraçado e acariciado. Faz parte, estes cães precisam de lares para sempre, por isso, por favor, adoptem, não comprem."

O objetivo do concurso não é gozar com os cães, sublinharam os organizadores, "mas divertir-se com algumas personagens maravilhosas e mostrar ao mundo que estes cães são realmente bonitos!"

Daisy Mae ficou em terceiro lugar. Justin Sullivan/Getty Images

Um pug de 14 anos, com um olho só, chamado Roma, ficou em segundo lugar, fazendo a sua primeira aparição na competição. Ele reformou-se no o Pug Hotel Senior Sanctuary, na Califórnia, onde, "apesar das suas pernas arqueadas, adora fazer sapateado com os pés para expressar a sua alegria de viver", lê-se na sua biografia.

Como muitos dos cães desta competição, ele dá um grande contributo para a comunidade - visitando doentes de hospital e participando na equipa de 2023 Wheeling Pug Relay, que angaria fundos para comprar cadeiras de rodas para cães.

Ozzie gosta de cuidar de gatinhos adoptados. Justin Sullivan/Getty Images

Wild Thang, por sua vez, ajudou a angariar fundos para evacuar sete dos seus companheiros pequineses da Ucrânia, e outro concorrente, Ozzie - uma mistura de terrier de 10 anos de idade - visita centros de terceira idade e cuida de gatinhos adoptados.

A maioria dos cães do concurso foi resgatada, incluindo Daisy Mae, que ficou em terceiro lugar e que, ao longo dos anos, perdeu grande parte do pelo, dos dentes e da visão, mas "ganhou amigos, confiança e muita coragem", lê-se na sua biografia.

Estilo de Vida

Mais Estilo de Vida

Na SELFIE

Patrocinados