Novos aviões Canadair só chegam a Portugal em 2026

26 jul, 07:59
Incêndio em Pedrógão Grande

REVISTA DE IMPRENSA. Novo modelo ainda não começou a ser construído

Só daqui a quatro anos é que Portugal poderá ter dois aviões anfíbios pesados de combate aos incêndios. Segundo o Jornal de Notícias, as negociações sobre o contrato com a empresa canadiano e Bruxelas vão acontecer apenas no final da época de fogos na Europa.

Isto porque, o novo modelo, mais avançado, ainda não começou a ser construído, prevendo-se que os primeiros aviões só estarão prontos em 2026.

A 14 de julho, a secretária de Estado Patrícia Gaspar afirmou que o Governo tentaria que as aeronaves estivessem disponíveis ainda em 2024/2025.

No total, vão ser adquiridas doze aeronaves numa compra conjunta da União Europeia que serão distribuídas por seis estados-membros para reforçar a frota do rescEU. Portugal terá direito a dois, sendo que nesta altura não tem nenhum.

País

Mais País

Patrocinados