Fiscais de obras da Câmara de Lisboa detidos por "fortes suspeitas" de corrupção

24 mai, 10:40
Polícia Judiciária

Polícia Judiciária fez buscas na autarquia e no domicílio dos suspeitos tendo recolhido "prova relevante"

A Polícia Judiciária deteve dois fiscais da divisão de obras da Câmara de Lisboa por "fortes suspeitas" de corrupção, num total de três detenções, anunciou a PJ.

No decorrer da operação "sem embargo", foram, ainda, realizadas buscas domiciliárias e não domiciliárias nos postos de trabalho localizados na autarquia, "tendo sido recolhida prova relevante, bem como elevadas quantias em numerário". 

Um dos suspeitos foi detido "em cumprimento de mandado".

"A ação desenvolveu-se na cidade de Lisboa e visou o acompanhamento de um encontro, previamente agendado, entre dois fiscais daquela Divisão de Fiscalização e um cidadão proprietário de uma obra em curso na cidade de Lisboa", explicou a Polícia Judiciária.

Em causa estão "fortes suspeitas da prática de crimes de corrupção, alegadamente praticados por fiscais da Divisão de Fiscalização de Obras da Câmara Municipal de Lisboa".

Os detidos vão agora ser presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa, para aplicação das medidas de coação tidas por convenientes.

A Polícia Judiciária informa, igualmente, que a investigação continua em curso.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados