Temperaturas amenas na Península Ibérica e calor na Finlândia. Que tempo é este? Já estamos a viver as consequências das alterações climáticas?

1 jul, 18:08
Calor (EPA)

Uns têm a mais, outros têm a menos. Em Portugal estão a ser registadas temperaturas cerca de 10 graus abaixo do normal para esta altura. Na Finlândia está a acontecer o contrário.

Portugal continental está a registar temperaturas amenas, abaixo do normal para esta altura do ano. São temperaturas cerca de cinco a 10 graus abaixo do habitual, com os termómetros de Lisboa e Porto a registarem máximas que se encontram abaixo dos 25 graus.

Já noutra parte do globo, na Finlândia, a cerca de quatro mil quilómetros de distância e bastante mais a norte, as temperaturas máximas médias nesta época do ano, que costumam rondar os 19 a 21 graus, chegaram acima dos 30 graus nos últimos dias. Cerca de 10 graus acima do normal.

Jorge Ponte, meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), explica à CNN Portugal que este é um fenómeno bastante simples de perceber que tem a ver com a circulação atmosférica da posição dos centros de ação (anticiclones e depressões).

Por um lado, sob a Europa ocidental existe um anticiclone que transporta uma massa de ar marítima, mais fria, de norte para noroeste e que causa temperaturas mais baixas que o habitual na Península Ibérica.

Por outro lado, está a acontecer uma crista anticiclónica muito intensa que transporta ar quente do sul da Europa e do Mediterrâneo para o norte da Europa, o que explica as temperaturas elevadas na Finlândia.

Será que este episódio está relacionado com as alterações climáticas?

O meteorologista afirma que “este tipo de episódios sempre aconteceram”, sendo que este episódio por si só não é um espelho das alterações climáticas.

No entanto, Jorge Ponte defende que “este tipo de fenómenos poderão acontecer mais vezes como consequência das alterações climáticas” e poderão tornar-se “mais frequentes, duradouros e intensos”.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados