Buscas pelos pescadores naufragados poderão incluir mergulhos na segunda-feira

Agência Lusa , PP
7 jul, 11:39
Veja as imagens do naufrágio ao largo da praia de São Pedro de Moel

As buscas pelos três pescadores desaparecidos no naufrágio da embarcação de pesca continuam a ser realizadas por meios terrestres e marítimos

o comandante da Capitania do Porto da Nazaré afirmou este domingo que, se as condições do mar o permitirem, poderão ser efetuados na segunda-feira mergulhos junto da embarcação “Virgem Dolorosa”, que naufragou na quarta-feira ao largo da Marinha Grande.

As buscas pelos três pescadores desaparecidos no naufrágio da embarcação de pesca continuam a ser realizadas por meios terrestres e marítimos.

O comandante João Severino Lourenço disse à agência Lusa que “não há novidades” desde sexta-feira, e que as buscas se mantêm na região por terra e mar com recurso a viaturas Amarok do projeto Seawatch, à Polícia Marítima, e às estações salva-vidas dos portos da Nazaré e da Figueira da Foz.

Para segunda-feira, e se as condições do mar permitirem, poderão vir a ser efetuados mergulhos junto da embarcação acidentada, os quais serão acompanhados por elementos do Grupo de Mergulho Forense da Polícia Marítima.

O alerta para o adornamento da embarcação de pesca “Virgem Dolorosa” foi dado às 04:33 de quarta-feira para o comando local da Polícia Marítima da Nazaré.

Três tripulantes morreram, 11 foram resgatados e há três desaparecidos, naturais da Praia da Leirosa, na Figueira da Foz.

Durante o dia de sábado realizaram-se na Figueira da Foz e em Lavos os funerais das três vítimas mortais.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, compareceu durante a manhã ao velório que teve lugar na Figueira da Foz e visitou familiares dos desaparecidos na Leirosa e Alqueidão.

País

Mais País

Patrocinados