Como evitar enganos e fraudes ao arrendar uma casa para as férias: um guia

27 jul, 20:32
Computador

A PSP e a Airbnb uniram-se numa campanha de alerta e elaboraram uma lista de recomendações que todos devem ter em atenção

As tentativas de burla relacionadas com as férias estão entre as fraudes mais comuns. E como o verão já chegou, todo o cuidado é pouco. Por isso mesmo, a PSP e a Airbnb uniram-se numa campanha de alerta e elaboraram uma lista de recomendações que deve ter em atenção.

Vários estudos internacionais mostram que as tentativas de burla relacionadas com as férias estão entre as fraudes mais comuns, seguidas de roubo de dados de cartões de crédito e phishing.

A ideia desta campanha é aconselhar os hóspedes sobre o que devem ter em atenção no momento de reservar uma viagem:

1- Não clique em links recebidos por email ou sms que não lhe transmitem confiança

Podem conter links para websites falsos que imitam o design da Airbnb numa tentativa de roubar informação pessoal ou infetar dispositivos.

Utilize a aplicação Airbnb ou entre diretamente no website (www.airbnb.pt) antes de pesquisar ou reservar uma estadia. Descubra como detetar se um email ou website pertencem realmente à Airbnb aqui.

2- Evite as ofertas pouco realistas

Os burlões podem aliciar com ofertas "demasiado boas para serem verdadeiras", que por vezes parecem urgentes. 

Não se sinta pressionado a pagar por algo que não lhe parece correto, é melhor terminar imediatamente a comunicação.

3 - Tenha atenção ao fazer a reserva

Se encontrou um anúncio online que mostra poucas fotos e de má qualidade, ou tiver uma descrição mal escrita, com erros ortográficos, pode não ser genuíno.

Não se precipite: use uma plataforma de confiança como a Airbnb para efetuar a sua reserva e leia detalhadamente os perfis dos anúncios e dos anfitriões, incluindo as críticas e classificações deixadas por outros hóspedes. Pode contactar o anfitrião com quaisquer perguntas antes de reservar.

4 - Comunique, reserve e pague somente na Airbnb

Os burlões podem pedir-lhe um depósito ou transferência bancária, ou fornecer uma fatura em PDF ou em papel, o que o expõe a um maior risco de fraude.

Sempre que comunicar, reservar e pagar através da Airbnb, estará protegido pelos processos seguros, políticas de reembolso e assistência da Airbnb, assim como por outras garantias. Os termos de serviço da Airbnb proíbem os utilizadores de fazer ou aceitar pagamentos por reservas fora da plataforma. Se alguém lhe pedir para sair da plataforma ou para os contactar diretamente através de telemóvel ou email para prosseguir com a reserva, deve informar imediatamente a Airbnb.

5 - Mantenha a sua conta segura

Os burlões são bem-sucedidos porque apanham os utilizadores quando menos esperam, e uma palavra-passe comprometida pode permitir a um burlão o acesso a várias contas online.

Tomar precauções simples, tais como ter uma palavra-passe segura, utilizar detalhes de login únicos em diferentes contas e manter os seus dispositivos atualizados, pode ajudá-lo a manter-se protegido de burlões.

6 - Denuncie as burlas

Para a PSP, é fundamental conhecer as burlas, tentadas ou concretizadas

Denunciar as burlas numa Esquadra da PSP e trazer todos os comprovativos de comunicações, físicas ou virtuais, constitui uma etapa vital para responsabilizar os autores e evitar a repetição do fenómeno.

E quem pode ser mais facilmente enganado?

No comunicado de lançamento desta campanha, pela PSP e Airbnb, lê-se que "os Baby Boomers são a geração considerada mais exposta a fraudes, mas as gerações mais jovens são as menos preparadas para lidar com elas".

E o que são os Baby Boomers? Um baby boomer é alguém nascido entre 1946 e 1964 na Europa, Estados Unidos, Canadá ou Austrália. Recorde-se que depois da II Guerra Mundial estes países experimentaram um súbito aumento de natalidade, que ficou conhecido como baby boom.

Em estudos realizados para a Airbnb em Espanha e no Reino Unido,"mais de três quartos dos inquiridos acreditem que as burlas são cada vez mais convincentes", mas que "a suscetibilidade às burlas é diferente entre gerações". Na verdade, "a maioria dos inquiridos aponta que os Baby Boomers são os que têm maior probabilidade de cair numa burla, enquanto quase metade (40%) da Geração Z e Millennials acredita que não cairia numa fraude. Apesar disso, um quarto da Geração Z e um terço dos Millennials referiram que já foram burlados, em comparação com menos de um quarto dos Baby Boomers".

Os Millennials, também conhecidos como geração Y,  serão os nascidos após o início da década de 1980 até ao final do século. Já a Geração Z é usada como definição sociológica para a geração de pessoas nascidas, em média, entre a segunda metade dos anos 1990 até o início do ano 2010.

Os estudos já referidos concluiram também que "os diferentes grupos etários também têm conhecimentos variados quando se trata de tomar medidas contra os burlões". A Geração Z parece ser "a menos preparada para lidar com fraudes, com 41% a dizer que não saberiam onde obter ajuda se fossem burlados". Por oposição, "oito em cada 10 Baby Boomers (83%) dizem verificar todos os detalhes antes de fazer a reserva e procuram ver se notam algo suspeito ao fazer um pagamento. Cerca de três quartos da Geração Z, e mais de metade dos Baby Boomers afirmaram saber onde procurar ajuda no caso de ser burlado.

Segundo a PSP, vê-se de tudo nos dias de hoje. "Desde websites aparentemente genuínos a ofertas ‘demasiado boas para serem verdadeiras’, os criminosos usam uma variedade de métodos para enganar as pessoas e fazer com que elas entreguem o seu dinheiro e informação, por isso aconselhamos os viajantes a serem mais diligentes ao fazerem a reserva das suas férias de verão".

Mónica Casañas, diretora geral da Airbnb Marketing Services SL, explica que "com o progresso da tecnologia, os burlões estão a tornar-se mais sofisticados e qualquer pessoa online pode estar em risco. Embora a Airbnb recorra a defesas sofisticadas para manter afastadas pessoas mal-intencionadas e proteja a sua comunidade com programas gratuitos como o AirCover, é possível ser apanhado por burlões online. É por isso que o nosso trabalho com a PSP para equipar as pessoas com as ferramentas necessárias para se manterem seguras no momento de fazer uma reserva é tão importante".

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Patrocinados