Brisa aumenta um terço das portagens. Saiba os aumentos e quais as autoestradas que vão ter obras

29 dez 2021, 12:56
Portagens
Portagens

Novo tarifário de portagem, com aumentos superiores à média, entra em vigor no dia 1 de janeiro. Concessionária vai fazer obras em nove autoestradas e aumentar 28 das 93 taxas de portagem de classe 1

PUB

Se usa autoestradas com regularidade, prepare-se para pagar mais. A Brisa anunciou que, a partir de dia 1, as portagens vão sofrer aumentos que serão superiores à média "por não terem sido objeto de atualização em anos anteriores".

Em comunicado, a concessionária explica que a última atualização de portagens em Portugal ocorreu em 2019 e que, por isso, a atualização média deste ano vai ser de 1,57%. 

PUB

"Existem casos de taxas de portagem que apresentam uma variação inferior à média ou mesmo nula, sendo que, noutros casos, as taxas de portagem
apresentam uma variação superior à média, por não terem sido objeto de atualização em anos anteriores. (...) Assim, apenas 28 das 93 taxas de portagem aplicadas na classe 1 (30% do total, quase um terço) serão atualizadas, sendo que, na maioria dos percursos com mais elevada frequência de automobilistas ou com maior extensão, o impacto será diminuto. E apenas metade das 364 taxas de portagem praticadas na rede Brisa Concessão Rodoviária será alterada", explica o comunicado.

PUB
PUB
PUB

Mas, em termos práticos, o que é que isso significa para quem usa a autoestrada? Para quem faz a A1 de Lisboa ao Porto, vai haver um aumento de 20 cêntimos. Já quem segue para Sul, ou seja, faz a A2 de Lisboa até ao Algarve, vai pagar mais 35 cêntimos.

Obras de 65 milhões de euros

Para além do aumento das portagens, para o próximo ano a concessionária prevê investir 65 milhões de euros em "obras de alargamento, beneficiações de pavimento, construção de novas lojas Colibri, modernização de equipamentos e grandes manutenções" da rede de autoestradas.

Segundo a Brisa, o plano de investimento ultrapassa em 41% e 25% os investimentos realizados, respetivamente, em 2020 e 2021, sendo o mais elevado dos últimos anos e vai ser aplicado em nove autoestradas.

"As principais obras a realizar em 2022 são as seguintes: conclusão da modernização das Galerias Central e Sul dos Túneis de Águas Santas, no sublanço Águas Santas-Ermesinde (A4 e A3); reformulação do nó de Ermesinde, na A4; novas lojas Colibri, nas autoestradas A1, A2 e A5; beneficiação do pavimento dos sublanços Porto (VCI) - EN12 - Águas Santas (A3), Braga Oeste - EN201 (A3) e Aljustrel - Castro Verde - Almodôvar - S.B. Messines (A2); beneficiações localizadas no pavimento nas autoestradas A1, A2, A3 e A6; reabilitação de viadutos nas autoestradas A1 e A3; intervenções em viadutos, passagens e outras obras de arte, nas autoestradas A1 e A13; estabilizações de taludes nas autoestradas A1, A4 e A9; instalação de barreiras acústicas nas autoestradas A1, A3 e A12", enuncia o comunicado da concessionária.

PUB
PUB
PUB

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados