Edenilson reafirma racismo de Rafael Ramos: «Chamaram-me mentiroso»

18 mai, 13:23
Rafael Ramos e Edenilson

Médio do Internacional de Porto Alegre mantém acusação ao lateral português

O médio do Internacional de Porto Alegre, Edenilson, reafirmou na passada noite de terça-feira que foi vitima de ofensas racistas por parte do defesa português Rafael Ramos, do Corinthians. Em conferência de imprensa após o jogo a contar para a Copa Libertadores, o jogador de 32 anos disse que foi acusado de estar a mentir sobre este assunto.

«Fui bastante julgado, chamaram-me mentiroso, surdo. É bem complicado quando os factos são distorcidos. As imagens estão ali para serem analisadas. A única coisa que espero é que não me julguem. Não quis dar nenhuma entrevista para respeitar a carreira do rapaz [Rafael Ramos], mas não entendi os insultos», começou o médio brasileiro.

«Sou pai de família e tenho a certeza que ele [Rafael] tem família noutro país. É assim que eu sou, tento ver bondade, não quis julgar ou expor. Apenas quero que a verdade venha [ao de cima]. Foi o que aconteceu e o que ouvi. Quero que as autoridades resolvam. Não me quero fazer de vítima. Tenho a certeza do que ouvi e isso não muda», continuou Edenilson.

Recorde-se que o defesa português do Corinthians foi detido pelas autoridades brasileiras após o jogo com Internacional, acabando por ser libertado após o pagamento de uma fiança no valor de 10 mil reais (cerca de 1.900 euros) por parte do «Timão».

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados