Willian deixa o Corinthians: «Não voltei para ser ameaçado»

12 ago, 22:52
Willian

Internacional brasileiro garante que não tem qualquer problema com Vítor Pereira

Willian já não é jogador do Corinthians.

Esta sexta-feira, o clube treinado por Vítor Pereira informou que «aceitou o pedido» do antigo jogador do Chelsea e do Arsenal para rescindir o contrato que ligava as duas partes, e que era válido até ao final de 2023.

Em entrevista ao Globoesporte, o internacional brasileiro explicou a opção por deixar o timão mais cedo do que o previsto.

«Os motivos da minha saída são as ameaças que sofri, principalmente a minha família. As ameaças nunca pararam», começou por dizer.

«Sempre que o Corinthians perdia e se às vezes eu não jogava bem, a minha família recebia ameaças e era insultada nas redes sociais. A minha esposa, as minhas filhas, e depois de algum tempo começaram também a atacar o meu pai e a minha irmã», continuou.

Willian prosseguiu depois: «Quando voltei para o Brasil, voltei com muita vontade de jogar pelo Corinthians. Sabia da pressão, da cobrança, das críticas que iria receber, mas não vim para o Brasil para ser ameaçado, para ter a minha família ameaçada.  Sei que não são todos os adeptos, é uma minoria, mas acaba por ter impacto. Esse é o principal motivo.»

O futebolista de 34 anos negou ainda qualquer problema com Vítor Pereira.

«Não tive nenhum problema com o treinador. Não tive problemas com ninguém do clube na verdade, sempre fui tratado com muito respeito e muito carinho dentro do clube», garantiu, ele que assumiu o desejo de regressar ao futebol europeu.

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados