Vítor Pereira atira-se aos jogadores: «Andámos a enrolar a manta»

5 out, 11:54
Vítor Pereira no Corinthians-Internacional

Técnico lamentou falta de compromisso da equipa no empate frente ao último classificado do Brasileirão

Vítor Pereira não poupou a equipa após o empate do Corinthians em casa do Juventude (2-2), último classificado do Brasileirão, que fez o «Timão» falhar o assalto ao pódio.

«Os nossos níveis de agressividade têm de subir. Fomos muito pouco agressivos, chegámos sempre atrasados. Fomos muito pouco objetivos. Andámos ali a enrolar a manta, a enrolar a manta, a enrolar a manta... E quanto tirámos um cruzamento fizemos um golo. Temos de fazer mais cruzamentos, ser mais objetivos. Ficámos ali, sem agressividade. Temos de ter mais concentração e melhorar já no próximo jogo», disparou o técnico português, que salientou a falta de concentração da equipa.

«Pelas minhas preocupações antes do jogo, alertei muito para a necessidade do resultado, que era fundamental para a luta no top 4. No próximo jogo os níveis de concentração têm de ser mais elevados, a agressividade... Não gostei. Temos de corrigir, este empate tem de servir de alguma coisa. Foi um jogo no qual deixámos fugir dois pontos.»

Vítor Pereira lamentou ainda a forma como a equipa entrou em campo. «Já são muitos jogos em que a equipa entra mal na primeira ou na segunda partes, e às vezes na primeira e na segunda. Merece reflexão. Já refleti, falei com toda a gente. Hoje voltou a acontecer na segunda parte. E com falhas de concentração acabámos por oferecer dois golos ao Juventude. Demérito nosso. Não quero tirar o mérito do Juventude, mas claramente hoje demos dois golos de bandeja. Quando fizemos o 2-1, deixámos de jogar», concluiu.z

O Corinthians é 4.º classificado do Brasileirão, com 51 pontos, menos 12 do que o líder, o Palmeiras de Abel Ferreira.

Relacionados

Brasil

Mais Brasil

Patrocinados