Primeiro-ministro britânico preocupado com o que aconteceu ao jornalista britânico na Amazónia

Agência Lusa , FMC
15 jun, 20:34
Boris Johnson (AP Photo)

A antecessora de Boris Johnson, Theresa May, apelou a que o caso receba "prioridade diplomática" do Governo britânico

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, manifestou-se esta quarta-feira “preocupado” com o desaparecimento do jornalista britânico Dom Phillips no Brasil, após a antiga primeira-ministra Theresa May ter pedido para que o caso receba "prioridade diplomática” do Governo britânico.

A deputada do Partido Conservador disse que Dominique Davis, uma das residentes na circunscrição eleitoral que representa, Maidenhead, a oeste de Londres, é sobrinha de Dom Philips e pediu ajuda durante o debate semanal com o primeiro-ministro. 

May instou o sucessor a "garantir que o governo vai fazer do caso uma prioridade diplomática e que vai trabalhar para fazer tudo o que estiver ao seu alcance para garantir que as autoridades brasileiras ponham os recursos necessários para descobrir a verdade, e descobrir o que aconteceu”. 

"Como todos nesta Câmara [dos Comuns] estamos profundamente preocupados com o que lhe possa ter acontecido”, respondeu Johnson, indicando que o Ministério dos Negócios Estrangeiros está em contacto com as autoridades brasileiras. 

"O ministro responsável tem levantado a questão repetidamente", acrescentou.

Dom Phillips, jornalista e colaborador do jornal The Guardian, e Bruno Araújo Pereira, ativista que militava em favor dos direitos dos indígenas, estão desaparecidos desde 5 de junho, no Vale do Javari, região remota e de selva na Amazónia brasileira perto da fronteira com Peru e Colômbia, onde realizavam uma investigação sobre ameaças de invasores e criminosos contra os indígenas.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados