João de Deus confirma reunião de Jesus com Flamengo, mas recusa saída

22 dez 2021, 14:09
João de Deus no Benfica-Marítimo (António Cotrim/Lusa)
João de Deus no Benfica-Marítimo (António Cotrim/Lusa)

«O mister disse que não pode nem quer abandonar o Benfica», confidenciou o adjunto do técnico do Benfica em relação à abordagem do Mengão

PUB

Face ao castigo de Jorge Jesus, foi o técnico adjunto, João de Deus, quem antecipou o Clássico do Dragão da Taça de Portugal. O braço direto do treinador do Benfica confirmou que o seu chefe de equipa teve uma reunião com os dirigentes do Flamengo na última terça-feira, devidamente autorizado pelo presidente das águias, mas frisou que este não tem intenção de deixar o clube durante a época.

«Vou começar por falar sobre um bocadinho do Flamengo para deixar dissipadas quaisquer dúvidas que possam ter. Quero dizer-vos que estou aqui porque o nosso treinador está castigado. Caso contrário, ele teria todo o gosto em responder. Em relação às notícias que têm vindo a público, mais precisamente hoje, dizer-vos que tenho falado muito com o mister e especificamente hoje, mais ainda. Quero dizer-vos sem dúvida nenhuma: é verdade que ontem houve encontro do mister com os nossos amigos do Flamengo devidamente autorizado pelo Benfica e com conhecimento do presidente Rui Costa. O mister disse que não pode nem quer abandonar o Benfica. O mister quer cumprir o contrato e ganhar títulos. Esse foi o propósito que nos fez vir para Portugal e esse propósito mantêm-se. Que isto fique bem claro para se acabarem com as dúvidas», começou por dizer de forma peremptória.

«Estou a dizer-vos que esta mensagem é uma mensagem que me foi transmitida pelo Jorge Jesus há bem pouco tempo na presença do diretor-geral Rui Pedro Braz e do presidente Rui Costa. Tudo o que foi falado não nos desvia do que queremos: vencer títulos no Benfica. Temos quatro competições em que estamos inseridos e queremos ganhar títulos. Todas as notícias que vieram a público não vão desviar foco da equipa do Benfica que tem intuito de se apurar para os quartos de final da Taça de Portugal», acrescentou ainda. 

Jesus tem contrato com o Benfica até ao próximo verão. Poderá voltar ao Brasil nessa altura?

«Respondo como respondi ao seu colega: não posso fazer futurologia. Mas em relação a isso, posso dizer apenas o que sinto. Enquanto o mister Jorge Jesus assim o entender, irei sempre trabalhar com ele», sublinhou, encerrando o tema. 

Segundo as informações recolhidas pelo Maisfutebol/CNN, o treinador português informou os dirigentes do Flamengo que pretende regressar ao Brasil. No entanto, e antes de efetuar qualquer proposta a Jesus, o Mengão terá de chegar a acordo com o Benfica para que este liberte o treinador, cujo vínculo, repita-se, expira no verão de 2022. 

PUB
PUB
PUB

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados