Roger Schmidt: «Sei que é muito difícil jogar em Guimarães»

David Marques , Benfica Campus, Seixal
30 set, 12:46

Treinador do Benfica traçou o perfil da equipa minhota, com quem as águias jogam neste sábado, e falou das vantagens e desvantagens da pausa para as seleções

Líder da Liga com sete vitórias em sete jogos, o Benfica regressa neste sábado à competição em casa do V. Guimarães, um terreno tradicionalmente difícil para as equipas grandes e Roger Schmidt fez nesta sexta-feira a antevisão à partida da 8.ª jornada.

«Será um jogo duro. Nunca joguei com o Vitória, mas analisámos bem a equipa e também recebi muita informação de gente que conhece a Liga portuguesa muito melhor do que eu. Sei que é muito difícil jogar lá, têm adeptos muito efusivos no estádio. Estão a fazer uma boa época, só sofreram seis golos, têm estado defensivamente muito bem, ligados e com muitos jogadores atrás da linha da bola e penso que não é fácil marcar golos contra eles e que são perigosos nas transições», radiografou o técnico germânico.

Schmidt assumiu ser desafiante o recomeço após uma paragem competitiva para as seleções, sobretudo para quem esteve fora. Era preferível o campeonato não ter parado, então?

«Não tenho pensado nisso, porque é o que é. Fizemos muitos jogos antes e ganhámos muito. Porque um lado, seria bom continuar porque estávamos com um bom 'embalo', mas por outro lado a carga sobre os jogadores nas últimas semanas ou meses foi muita. Também não era mau ter algum descanso e acalmar um pouco. O desafio é voltar a ligar o motor, estarmos prontos outra vez para nos lembrarmos porque é que somos capazes de jogar bom futebol. Se conseguirmos fazer isso amanhã, não há impacto negativo.

Roger Schmidt diz ainda não ter a certeza sobre a condição física dos jogadores que chegaram mais tarde das seleções e vincou que isso foi/será tido em consideração na planificação para o duelo deste sábado na Cidade Berço. «O maior desafio é para os jogadores internacionais, que saíram depois do jogo com o Marítimo, alguns chegaram ontem e não descansaram, viajaram muito e é algo que teremos de considerar, mas veremos em que condição estão.»

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados