«Não estivemos bem contra o Vitória, mas amanhã vai haver mais espaço»

4 out, 13:59

Roger Schmidt reconhece que o Benfica tem de se apresentar «irrepreensível em termos táticos»

O treinador do Benfica, Roger Schmidt, admitiu que o jogo com o Paris Saint-Germain vai exigir algumas afinações do ponto de vista estratégico e apontou algumas diferenças entre os franceses e o Vitória de Guimarães, que travou os encarnados na última jornada da Liga.

«É um jogo diferente. Não podemos comparar. Não estivemos no nosso melhor contra o Vitória [de Guimarães], sobretudo na criatividade e na criação de oportunidades. Por outro lado, defendemos bem, penso que não tiveram nenhuma chance para marcar, é algo positivo. O PSG é uma equipa atacante, vão tentar atacar e vai haver mais espaço, mais intensidade e um ritmo elevado», disse o técnico alemão em conferência de imprensa.

Schmidt recusou a ideia de colocar mais homens no setor defensivo e deu o mote para o jogo no Estádio da Luz: «Tens sempre de te ajustar ao adversário, sobretudo quando se joga contra uma equipa com tanta qualidade individual no ataque. O objetivo não é ter mais jogadores na defesa, é jogar de forma mais tática, temos de ter um jogo irrepreensível em termos táticos, aproveitar os momentos de um para um e os espaços, além de defender bem as situações de um para um. Temos de ser muito bons em termos de equilíbrio tático, precisamos que os jogadores se apoiem. Isso é uma das chaves. Temos de nos ajustar e de acreditar em nós.»

O técnico das águias lembrou que a equipa já mostrou que sabe «jogar futebol atacante e ter uma defesa segura». «Amanhã até pode ser diferente, podem criar mais oportunidades. Mas podemos contar com a nossa qualidade técnico-tática», rematou.

O Benfica recebe o PSG esta quarta-feira, a partir das 20h00, em jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões. Poderá seguir a partida AO MINUTO no Maisfutebol.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados