Jesus: «O importante é que podemos chegar aos oitavos, tudo o resto é secundário»

7 dez 2021, 18:27

Treinador diz que já é um «marco» o Benfica chegar à última jornada a discutir a qualificação num grupo com o Bayern e o Barcelona

PUB

Jorge Jesus desvaloriza uma eventual desilusão na Liga dos Campeões, esta quarta-feira, diante do Dínamo Kiev. Para o treinador do Benfica o facto da equipa ter chegado à última jornada a discutir uma vaga com o Barcelona já devia motivo suficiente de orgulho para os adeptos e rejeita um cenário em que tenha de por o lugar à disposição.

«Este jogo é um jogo que pode trazer ao Benfica um êxito que, se calhar, à partida, ninguém esperava. Ninguém esperava que pudéssemos estar a discutir na Champions a possibilidade de chegar aos oitavos de final. Será sempre um êxito positivo, independentemente de tudo o que acontecer. Só falta uma jornada e o Benfica já tem garantido o apuramento para a outra prova», destacou o treinador, em conferência de imprensa, na véspera do jogo com o Dínamo Kiev.

PUB

O objetivo continua a ser a qualificação para os oitavos de final, mas o treinador lembra que o principal objetivo já ficou para trás. «O objetivo do Benfica em passar aos oitavos de final num grupo em que está o Bayern Munique e o Barcelona, esse é um objetivo em que todos acreditamos ser possível desde o primeiro dia, mas nunca foi um fator de pressão. O grande objetivo já foi alcançado a nível de Champions. Tínhamos de passar à fase de grupos e foi isso que fizemos. O primeiro grande objetivo que o Benfica conseguiu transportar para que hoje estejamos aqui a discutir uma possibilidade de passar aos oitavos de final», acrescentou.

PUB
PUB
PUB

Depois do desaire no dérbi, uma nova derrota esta quarta-feira poderia ditar a saída antecipada do treinador, mas Jorge Jesus não tem essa interpretação. «É a mesma resposta. Está a colocar-se uma situação se o Benfica não passar aos oitavos de final. Todos nós estávamos à espera de eliminar o Bayern e o Barcelona para passarmos esta fase de grupos. Vamos ser realistas e vamos perceber que se o Benfica conseguisse passar seria um marco muito importante. Para mim, como treinador, é um marco deixar o Barça de fora, o Barça que está há dezoito anos consecutivos na Champions. Portanto, isso não é um sinal de responsabilidade, é um objetivo, mas de grande orgulho como treinador e também para os adeptos e para a minha equipa», comentou.

O treinador disse ainda que o dérbi não trouxe mais pressão à sua equipas, mas assume que terá de haver responsabilidade no relvado. «Sabemos que temos essa responsabilidade, só assim é que podemos ser apurados para os oitavos de final. O que é importante é reforçar que estamos a falar do último jogo da fase de grupos e estamos aqui a falar que o Benfica pode seguir para os oitavos de final num grupo com o Bayern e o Barcelona. Isso é que é de relevo, tudo o resto para mim é secundário», insistiu.

PUB
PUB
PUB

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados