Benfica: SAD informa CMVM que administradores foram constituídos arguidos

9 jan, 11:52
Velório de Fernando Chalana (Lusa)

Sociedade encarnada manifesta «total disponibilidade e abertura para colaborar com as entidades»

A Benfica SAD informou, em comunicado enviado esta segunda-feira à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), que a sociedade e membros do Conselho de Administração do mandato 2016-2020 ainda em funções foram constituídos arguidos.

Há dois dias, o clube já tinha confirmado que a sociedade desportiva tinha «sido constituída arguida no passado dia 3 de janeiro, assim como, por inerência e entre outros, os membros do Conselho de Administração no mandato 2016 a 2020 e que se encontram atualmente em funções», mas agora a SAD das águias dá conta desta situação à CMVM.

«A Benfica SAD vem confirmar que, tendo em conta as notícias vindas a público no dia 7 de janeiro de 2023, a sociedade, assim como, por inerência e entre outros, membros que integraram o seu Conselho de Administração no mandato 2016 a 2020 e se encontram atualmente em funções foram constituídos arguidos no âmbito de um processo que está em segredo de justiça», lê-se no comunicado, onde a SAD manifesta «total disponibilidade e abertura para colaborar com as entidades».

Recorde-se que, na sexta-feira, o Diário de Notícias (DN) avançou que, «em causa, supostamente, estará um processo em que se investigam os crimes emergentes dos emails pirateados ao Benfica e onde foram juntos outros processos, como o dos 'vouchers' e o 'mala ciao'».

Segundo a publicação, entre os arguidos estão, o atual presidente do clube, Rui Costa, Domingos Soares Oliveira, Luís Filipe Vieira, José Eduardo Moniz e Nuno Gaioso Ribeiro.

Em causa poderá estar ainda a tentativa de evitar possíveis prescrições, já que muitas destas investigações decorrem há vários anos.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Mais Lidas

Patrocinados