"Ele já nasceu", gritaram os passageiros de um autocarro onde uma mulher entrou em trabalho de parto

30 mai, 15:11
Recém-nascido (GettyImages)

Insólito aconteceu em Valência, Espanha. Uma mulher entrou em trabalho de parto num autocarro e o bebé nasceu com a ajuda do pai e de outros passageiros. Quando deu conta, o motorista seguiu direto para o hospital

Eram 07:30 da manhã quando uma mulher deu à luz num autocarro da Empresa Municipal de Transportes (EMT) de Valência, Espanha, escreve o jornal El País. A mulher entrou em trabalho de parto e com a ajuda do marido e de alguns passageiros, o bebé não esperou pela paragem certa para nascer. Assim que se apercebeu da situação, o motorista de 53 anos, Antonio Rodríguez, desviou-se da rota habitual e seguiu para o hospital mais próximo.

“Não dei nenhuma opção e os passageiros entenderam o motivo”, afirmou o motorista ao El País. Após ser avisado que uma mulher tinha entrado em trabalho de parto, Antonio Rodríguez encostou o autocarro e foi ver o que se passava, até porque tem experiência como paramédico.

Percebeu que o parto estava iminente porque já se conseguia ver o bebé. Antes de chegar ao destino, o motorista que foi a apitar o caminho todo para lhe darem passagem, ouviu gritar: "Ele já nasceu! Ele já nasceu!". Gritos seguidos pelo choro do bebé.

Quando o autocarro chegou à unidade de saúde o bebé já tinha nascido. A criança e a mãe estão bem e receberam, de imediato, todo o apoio médico necessário.

O momento foi celebrado como de verdadeira festa com todos os passageiros a baterem palmas enquanto a família, recém-aumentada, era levada pelos médicos. Nessa altura fez o aviso: "Voltem todos a entrar e retomei o caminho habitual do autocarro", conta.

O parto foi muito rápido e todo o processo terá demorado "cerca de cinco minutos", afirma Antonio Rodríguez que, acrescenta que o casal era estrangeiro.

Segundo a Empresa Municipal de Transportes de Valência este foi o segundo parto que aconteceu dentro de um dos autocarros da EMT. O primeiro tinha sido em 2012 e, tal como este, tudo também acabou bem para a mãe e o bebé.

Mundo

Mais Mundo

Patrocinados