HISTÓRICO: Benfica vence Brose Bramberg e está na fase de grupos da Champions

25 set, 18:50
Ivan Almeida em destaque na histórica vitória do Benfica

Ivan Almeida levou a equipa às costas com um total de 39 pontos

A equipa de basquetebol do Benfica fez história este domingo ao tornar-se na primeira equipa portuguesa a chegar à fase de grupos da eclética Liga dos Campeões. A equipa comandada por Norberto Alves superou todas as expetativas e bateu os alemães do Brose Bamberg, claramente favoritos para este jogo, com uma vitória por 87-73. Ivan Almeida foi a grande figura deste jogo, com sete triplos, oito ressaltos e um total de 39 pontos, quase metade dos pontos da equipa encarnada que esta tarde jogou de branco.

A primeira parte até foi equilibrada, com o Benfica a arrancar melhor, a conseguir uma ligeira vantagem, mas os alemães rapidamente imporem o seu jogo e a passaram para a frente do marcador. No entanto, sempre que os alemães conseguiam alguma distância no marcador [máximo de 4 pontos], o Benfica arrancava um triplo que compunha, desde logo, o resultado. Ivan Almeida somou dois no primeiro quarto e José Barbosa arrancou outro, este último mesmo em cima da «buzina» e permitiu à equipa portuguesa chegar ao final do primeiro quarto a apenas um ponto dos alemães (21-20).

O Benfica entrou bem mais forte no segundo quarto e, num ápice, construiu uma vantagem de seis pontos, obrigando o treinador alemão a pedir um timeout para reequilibrar a sua equipa.  Os alemães ainda empataram o jogo, mas o Benfica, muito focado, voltou a destacar-se no marcador, chegando a contar com uma vantagem de onze pontos, tirando máximo proveito do desacerto dos alemães no ataque. A verdade é que a equipa de Norberto Alves fez o dobro dos pontos dos alemães (24-12) no segundo período e chegou ao intervalo com uma vantagem consistente de onze pontos.

Os alemães entraram com tudo no terceiro período, procurando encurtar a vantagem, mas o Benfica foi segurando a diferença, com destaque para mais dois triplos de Ivan Almeida que, nesta altura, já somava 24 pontos. O Benfica segurou a reação alemã e, no final do terceiro período tinham o jogo na mão, mantendo intacta a vantagem de onze pontos (70-59).

No último quarto, os alemães ainda ameaçaram voltar ao jogo, reduzindo a diferença para sete pontos, mas depois voltou a aparecer Ivan Almeida (39 pontos), a grande figura deste jogo, a par de Justin Wright-Foreman (25) do lado dos alemães. O jogador cabo-verdiano somou oito ressaltos, uma assistência e um total de sete triplos, num total de 29 pontos, quase metade dos pontos do Benfica.

A verdade é que o Benfica segurou a vantagem que trazia já desde o segundo período e chegou ao final com uma vantagem de 14 pontos (87-73). Como disse Norberto Alves na antevisão do jogo, David bateu mesmo Golias e o Benfica fez história.

Na fase de grupos, o Benfica vai defrontar os espanhóis do BAXI Manresa, os letões do VEF Riga e os franceses do Limoges.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados