«Enfarte? Os médicos dizem que posso treinar qualquer equipa»

5 jul, 12:57
Pablo Laso

Treinador despedido do Real Madrid reage após justificação dos merengues

Pablo Laso, treinador que foi despedido da equipa de basquetebol do Real Madrid por uma questão de saúde, segundo os merengues, veio nesta terça-feira revelar que os médicos lhe garantem que ele pode continuar a treinar.

O técnico espanhol sofreu um enfarte no início de junho, quando o Real Madrid disputava a meia-final do campeonato espanhol, que viria a conquistar, e o clube decidiu afastá-lo do banco, justificando a decisão com os pareceres de cardiologistas que consultou.

Contudo, menos de 24 horas após o anúncio oficial, Laso recorreu às redes sociais para dar a sua versão.

«Feliz por partilhar com o mundo que tenho a confirmação plena e expressa pelos médicos que me acompanharam de que posso treinar profissionalmente qualquer equipa de basquetebol», escreveu o treinador que tinha mais um ano de contrato.

Laso estava no comando do Real Madrid desde 2011 e conquistou 22 títulos pelos merengues.

 

Relacionados

Patrocinados