Basquetebolista detida na Rússia começa a ser julgada por tráfico de droga

1 jul, 18:22
Brittney Griner

Norte-americana Brittney Griner está em prisão preventiva há quatro meses e meio

O julgamento da basquetebolista norte-americana Brittney Griner, detida em Moscovo, começou a ser julgada nesta sexta-feira, sob a acusação de tráfico de substâncias ilícitas.

A atleta de 31 anos, bicampeã olímpica e mundial, está está em prisão preventiva há quatro meses e meio, altura que cães farejadores de droga do aeroporto de Sheremetyevo detetaram a presença de narcóticos na bagagem da jogadora, que tinha acabado de chegar de Nova Iorque. A consequente revista da bagagem levou à deteção de vaporizadores (cigarros eletrónicos), que representam uma infração da lei russa que pode ditar uma sentença de cinco a dez anos de prisão.

A detenção de Brittney Griner aconteceu numa altura em que aumentou a tensão entre a Rússia e o resto do mundo e logo após a invasão à Ucrânia. Por essa altura, o Departamento de Estado norte-americano aconselhou os seus cidadãos a deixarem a Rússia o mais rapidamente possível.

Griner, que representava a equipa russa do Ekaterinburg, tentará agora escapar a uma pena de prisão efetiva, sabendo-se que menos de um por cento das decisões judiciais na Rússia são de absolvição.

Relacionados

Patrocinados