Avião com problemas aterra de emergência em Lisboa

18 jun, 17:44

O AirBus A330 da companhia World2Fly, que realiza voos 'charter', declarou emergência às 17:12

Um avião que partiu de Lisboa com destino a Varadero, em Cuba, fez uma aterragem de emergência no Aeroporto de Lisboa às 19:09.

Em causa, apurou a CNN Portugal, estarão problemas no trem de aterragem da aeronave, um A330 da companhia World 2 Fly, com cerca de 330 passageiros.

Segundo os dados disponíveis no FlightRadar, o voo partiu às 16:36 deste sábado do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e cerca das 17:30 encontrava-se a sobrevoar a Serra de Sintra para gastar combustível, um procedimento habitual em situações como esta.

A Proteção Civil decretou alerta laranja às 16:52 para o pré-posicionamento de meios no Aeroporto de Lisboa. Segundo fonte oficial, o CNEPC encontra-se a acompanhar a situação.

Cerca das 18:00 estimava-se que a previsão de aterragem seja entre as 18:30 e 19:00.

Em declarações à CNN Portugal, José Correia Guedes, ex-comandante da TAP, explicou que o avião poderá estar a "fazer voltas de espera" para consumir combustível e poder aterrar em segurança.

"Não creio que esteja a despejar combustível, porque sempre que isso acontece, nestas circunstâncias, deveria fazê-lo sobre o mar", frisou.

O ex-comandante descartou preocupações com esta situação, salientando que este é "um procedimento normal" e que "não é perigoso aterrar assim".

CEO garante "não houve nenhuma avaria"

Após a aterragem do avião, que ocorreu, tal como previsto, às 19:09, o CEO da companhia aérea World2Fly esclareceu que "não houve nenhuma avaria, nem nenhuma emergência". Miguel Freitas Simões confirmou ainda que não se tratou de "dumping", isto é, de um despejo de combustível: "O avião não tem essa capacidade sequer."

Durante estas cerca de três horas, explicou, o avião esteve a consumir energia para que "a aterragem ocorresse dentro do peso máximo previsto" e o aeroporto de Lisboa apenas ativou os meios de emergência "por precaução".

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

País

Mais País

Patrocinados