Foi abastecer domingo para se proteger do aumento dos combustíveis? Errou

15 mar, 18:31
Combustíveis: subida parece imparável e esta segunda-feira acentua-se ainda mais

Gasolineiras começaram logo a subir preços de sábado para domingo, acumulando os aumentos desta semana em dois dias. Aliás, em vários dias. Há bombas que cobram (pelo menos) mais 15 cêntimos do que a média nacional

Os preços dos combustíveis tiveram esta segunda-feira (mais) um aumento expressivo, como já se antecipava, em função do aumento do custo do petróleo. Mas os aumentos semanais não aconteceram apenas nesse dia: na véspera, domingo, os preços já haviam subido. Quem foi “à última” abastecer, pensando antecipar-se aos aumentos de segunda-feira, na verdade já pagou mais.

É o que mostra a evolução dos preços médios dos combustíveis em Portugal, analisados diariamente pela Direção-Geral de Energia e Geologia. A gasolina subiu 1,1 cêntimos no domingo e mais 8,2 cêntimos na segunda-feira. Já o gasóleo subiu 1,3 cêntimos no domingo, mais 13,3 cêntimos na segunda-feira.

No total, na semana passada (isto é, entre as duas segundas-feiras, dias 7 e 14 de março), os aumentos foram superiores: em média, o preço final da gasolina subiu 11,1 cêntimos; o preço do gasóleo aumentou 17 cêntimos.

É que, na verdade, os combustíveis tiveram vários aumentos intercalares na semana passada. Assim acontece porque as gasolineiras são livres de fixar o preço que entenderem, quando entenderem, e de forma diversa, isto é, fixando preços diferentes para estações diferentes. Ao contrário do que muitas vezes se ouve, não há aumentos fixos à segunda-feira. O que é prática habitual, isso sim, é recalcular a fórmula do preço dos combustíveis à segunda-feira em função da média dos custos do petróleo e dos produtos refinados da semana anterior.

Note-se que os preços usados nesta notícia são os médios praticados em Portugal continental, havendo preços mais baratos (por exemplo em algumas bombas de desconto anexas a grandes superfícies) e também preços mais caros (tipicamente em autoestradas e em grandes centros urbanos) do que os aqui apresentados.

A CNN Portugal mostrou esta segunda-feira preços praticados em bombas citadinas das maiores redes em Portugal que estavam a cobrar acima das médias aqui apresentadas pela Direção-Geral de Energia e Geologia. É o caso desta bomba da Repsol, fotografada esta segunda-feira:

Neste caso, o gasóleo estava a ser cobrado 15 cêntimos acima da média nesse dia em Portugal continental. E a gasolina simples 10,6 cêntimos acima.

O mesmo se verifica nesta outra bomba da BP, fotografada pela Lusa na segunda-feira, onde o gasóleo simples custava 14 cêntimos acima da média nacional, e a gasolina 95 mais 11,1 cêntimos.

 

Economia

Mais Economia

Patrocinados