“João Rendeiro pode beneficiar de proteção consular – que não requereu”, diz Santos Silva

13 dez 2021, 15:50
Augusto Santos Silva
Augusto Santos Silva

Ministro dos Negócios Estrangeiros diz ainda que as autoridades portuguesas deslocaram um diplomata para Durban e que o cônsul honorário assistiu à sessão em tribunal

PUB

Augusto Santos Silva revelou esta segunda-feira que João Rendeiro não pediu proteção consular, algo que enquanto cidadão português poderia ter feito.  “Quanto à pessoa em causa, como qualquer outro português no estrangeiro sujeito a processo judicial, ele pode beneficiar de proteção consular – que não requereu”, esclareceu o ministro numa conferência de imprensa após o Conselho de Ministros dos Negócios Estrangeiros.

O governante revelou que as autoridades portuguesas deslocaram um diplomata para Durban de forma a acompanhar de perto o desenrolar do processo, reportando todas as informações o mais rápido possível. “A embaixada portuguesa de Pretória fez deslocar para Durban um diplomata português para acompanhar o processo e o nosso cônsul honorário em Durban esteve no tribunal para que possamos ter todas as informações indispensáveis o mais rápido possível”, referiu.

PUB

O ministro dos Negócios Estrangeiros elogiou a “cooperação exemplar” entre as autoridades judiciárias portuguesas e sul-africanas. Augusto Santos Silva enalteceu a colaboração entre os dois países à luz dos mecanismos internacionais para capturar o antigo banqueiro, que estava fugido à justiça desde o dia 12 de setembro.“Tenho de agradecer enquanto ministro dos Negócios Estrangeiros a forma como têm respondido aos nossos pedidos à luz dos mecanismos internacionais.”

PUB
PUB
PUB

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Governo

Mais Governo

Patrocinados