Evangelista: «O Santa Clara está a fazer um investimento acima do normal»

19 ago, 14:04
Armando Evangelista no Benfica-Arouca

Treinador do Arouca destaca ainda o trabalho de Mário Silva na antevisão da visita aos Açores

Armando Evangelista, treinador do Arouca, destacou o investimento em «quantidade e qualidade» do Santa Clara e também o «excelente trabalho» de Mário Silva, na antevisão ao encontro entre os dois emblemas de sábado (15h30), nos Açores, relativo à 3.ª jornada da Liga.

«Estão a fazer um investimento acima do normal, se olharmos para a chegada de jogadores como o Rildo, o Bobsin, é um conjunto de jogadores referenciados e com provas dadas. Este é o segundo jogo em casa, vão querer rentabilizar o que estão a fazer, que quanto a mim estão a fazer muito bem», apontou o treinador do Arouca.

Depois de uma primeira jornada infeliz na Luz (derrota por 4-0 e reduzido a 10 com o Benfica), o Arouca venceu na receção ao Gil Vicente (1-0) e é com essa ambição que seguem para Ponta Delgada, «de querer muito a segunda e a terceira vitória e assim sucessivamente».

«É esse o espírito, é o que procuramos incutir nos jogadores. Sabemos que este campeonato nunca vai ser fácil para o Arouca, estamos conscientes disso. Sabemos da importância que os pontos têm, vamos querer ser competitivos», indicou.

No entanto, Evangelista admitiu que a humidade no Estádio de São Miguel é uma «questão pertinente», que causa «dificuldade acrescida no jogo», e por isso a equipa técnica está avisada para acautelar as reativações físicas para entrar melhor no jogo.

Apesar dos elogios do técnico arouquense, a verdade é que o Santa Clara ainda não venceu neste campeonato – nulo com o Casa Pia e derrota com o Boavista (1-2) –, e por isso devem entrar a pressionar muito e com «muitos jogadores na saída de bola adversária».

«O Santa Clara tem uma identidade e forma de jogar que me agrada muito, o Mário Silva tem feito um excelente trabalho. Estamos no início, dois jogos não dizem nada do que vai ser o campeonato de cada equipa. Queremos olhar para nós, queremos evoluir, estamos a apostar nisso», comentou.

Ao mesmo tempo, o treinador elogiou a «capacidade de saber sofrer» da sua equipa na última jornada frente à equipa de Barcelos, mas alertou que isso não será suficiente com os açorianos que vão colocar outras dificuldades.

Em relação às ausências, Oday Dabbagh continua sem se apresentar – o técnico referiu um problema com o visto do palestiniano –, os defesas Sema Velázaquez e Nino Galovic continuam o processo de recuperação, já integrados em alguns exercícios com a equipa, e David Simão e Pedro Moreira estão aptos e convocados, tal como Mateus Quaresma que cumpriu um jogo de suspensão.

Relacionados

Patrocinados