Arábia Saudita autoriza voos israelitas a cruzar o seu espaço aéreo sem restrições

Agência Lusa , AM
15 jul, 06:15
Bandeira da Arábia Saudita. (AP Photo/Amr Nabil, File)

Mudança vai permitir às companhias aéreas israelitas encurtar significativamente as rotas para a China, Índia e Tailândia

A Arábia Saudita decidiu abrir o espaço aéreo a todos os voos civis oriundos de Israel, uma decisão que marca uma aproximação entre os dois maiores aliados dos EUA no Médio Oriente, anunciou a Casa Branca.

O Conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, apelidou de "histórica" a decisão do reino saudita, que inclui os voos de e para Israel, sem restrições.

Esta mudança vai permitir às companhias aéreas israelitas encurtar significativamente as rotas para a China, Índia e Tailândia.

O anúncio surge durante a digressão ao Médio Oriente do Presidente dos EUA, Joe Biden, que mediou uma aproximação entre Israel e a Arábia Saudita, que não têm relações diplomáticas.

Sullivan disse que o anúncio é o "resultado" da diplomacia "persistente" e "de princípio" do Presidente com a Arábia Saudita durante "muitos meses" e culminará hoje na visita ao reino, onde se vai encontrar com o príncipe herdeiro saudita e governante de facto, Mohammed bin Salman.

Na sequência dos "Acordos de Abraham", que permitiram a Israel normalizar as relações com alguns dos seus vizinhos na região, a Arábia Saudita já autorizava que as companhias aéreas israelitas voassem através do seu espaço aéreo, mas apenas para os Emirados Árabes Unidos.

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados