Covid-19: crianças que não conseguiram agendamento podem ser vacinadas durante a tarde

18 dez 2021, 12:17

Lacerda Sales admite que podem ser vacinadas mais de 77 mil crianças, o número avançado inicialmente

PUB

O secretário de Estado da Saúde afirmou este sábado que as crianças de 9, 10 e 11 anos que não tenham conseguido agendamento para a vacinação contra a covid-19 podem aparecer durante a tarde nos centros de vacinação para serem inoculadas.

António Lacerda Sales falou a partir do centro de vacinação de Gondomar, em declarações depois corroboradas pela diretora-geral da Saúde, que apelou a que "irmãos e primos" também aparecessem para serem vacinados.

PUB

"As crianças que, por qualquer razão, não se conseguiram vacinar, poderão vir aos centros de vacinação, e com certeza que serão vacinados. É muito importante esta mensagem para os pais, pode ter havido crianças que não conseguiram fazer o agendamento", afirmou.

De acordo com o governante, o número de crianças vacinadas pode aumentar dos 77 mil previstos para este fim de semana.

Lacerda Sales evitou a utilização do termo "casa aberta", mas reforçou que os centros de vacinação vão estar abertos, sendo que 30% da faixa etária em questão fez agendamento para este fim de semana.

PUB
PUB
PUB

"Sempre que houver autoagendamentos, vacinaremos", acrescentou.

António Lacerda Sales visitou o Centro de Vacinação no Pavilhão Multiúsos de Gondomar, onde está a decorrer a vacinação de crianças dos 9 aos 11 anos de idade que se autoagendaram para a vacinação.

“Viemos nesta visita a Gondomar para verificar se o processo estava a decorrer de uma forma ágil, de uma forma fluida, E, de facto, está a correr de uma forma muito boa, e que nos deixa a todos muito orgulhosos”, disse o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, agradecendo a todos, em especial aos profissionais de saúde envolvidos no processo.

Lacerda quis deixar uma “mensagem de confiança” aos pais para vacinarem os seus filhos das faixas etárias dos 5 aos 11 anos. Neste fim de semana, a vacinação é dirigida para as crianças dos 9, 10 e 11 anos.

Questionado sobre a adesão à vacinação de hoje, na ordem dos 77 mil autoagendamentos, António Lacerda Sales afirmou que a “confiança é um capital que se constrói ao longo do tempo” e que à medida que o processo vai decorrendo acredita que se vão vacinar as crianças todas.

PUB
PUB
PUB

“Ninguém ficará para trás”, afirmou.

O governante recordou que para outras faixas de idade estão, ou vão ser, publicitadas outras datas, mas explicou que sempre que houver necessidade de vacinar crianças dos 9 aos 11 anos haverá espaço para as vacinar, desde que não se misturem crianças com adultos.

Sobre os adultos com mais de 70 anos, há 410 mil que ainda não tomaram a terceira dose. Questionado pelos jornalistas se esse facto não iria atrasar o processo de vacinação das crianças, António Lacerda disse esperar que não.

“Todo este plano foi muito bem elaborado, quer do ponto de vista estratégico, quer do ponto de vista da logística, quer de implementação. Temos uma faixa com mais de 80 anos, com mais de 80% desta faixa vacinada, de 70 para os 79 anos, com mais de 70% e a aproximar-se muito dos 80%, e a própria faixa acima dos 65 anos já começa a estar muito perto também dos 80% vacinada”, disse.

Segundo Lacerda Sales, Portugal deve “estar muito orgulhoso” por poder dizer que tem “2,3 milhões de doses de reforço [dadas], tal como também temos 2,3 milhões de doses de vacina de gripe”.

PUB
PUB
PUB

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados