Como afastar os “arrepios do domingo” antes da nova semana: saiba três truques

CNN , Jolanta Burke
21 ago, 10:00
Stress (Prostock-studio/Adobe Stock)

Investigações mostram que o domingo é tipicamente pior dia da semana, por causa das ressacas de sábado e do início da semana que se segue. Também lhe acontece? Eis o que pode fazer.

Jolanta Burke trabalha no Centro de Psicologia e Saúde Positiva, da Universidade de Medicina e Ciências da Saúde RCSI, nos EUA. Os pontos de vista expressos neste comentário são unicamente seus.

O domingo dá muitas vezes a oportunidade de estar com os amigos, recuperar o sono e da ressaca da noite passada. Mas, para muitos de nós, no decorrer da tarde de domingo, um sentimento de intensa ansiedade e pavor instala-se - no que por vezes é chamado de os "arrepios do domingo".

Não é de surpreender que os "arrepios de domingo" sejam tão comuns. Afinal, os estudos mostram que o domingo é o nosso dia mais infeliz da semana -- sendo o sábado o seu pico. Há uma série de razões pelas quais os arrepios ao domingo acontecem, e a forma como se passa o fim-de-semana pode ter nisso um grande papel.

Por exemplo, passar todo o fim-de-semana preso no computador provavelmente não é uma boa ideia, mesmo que seja para lazer. As investigações mostram que as pessoas que passam muito tempo no seu computador tendem a sentir-se mais ansiosas em geral. O uso abundante de álcool e drogas também pode fazer com que o seu humor desça e fazer com que os níveis de ansiedade aumentem no dia seguinte. Assim, se passou o seu sábado à noite em festa, isso pode explicar porque se sente em baixo ou ansioso ao domingo à tarde.

Para muitas pessoas, os arrepios dos domingos também acontecem devido ao trabalho que deixam para trás na sexta-feira à noite. A antecipação do dia seguinte, o trabalho que poderá ter de fazer e todas as mensagens de correio electrónico que precisará de pôr em dia podem causar ansiedade. Mas trabalhar durante o fim-de-semana também não é a resposta - e pode mesmo deixar a sua saúde mental em pior estado.

Os arrepios do domingo podem também acontecer devido a uma sobrecarga social que acontece durante o fim-de-semana. Isto pode ser especialmente verdade para as pessoas que trabalham arduamente durante a semana ou para as que vivem sozinhas, que designam o seu fim-de-semana como sendo o seu principal momento de socialização. Mas passar tempo com outras pessoas, por mais agradável que seja, pode exercer uma pressão adicional sobre nós. Por exemplo, quando partilhamos as preocupações dos nossos amigos, podemos também ficar stressados.

Se é alguém que tende a sofrer com os arrepios dos domingos, eis algumas coisas que pode fazer para os enfrentar.

1. Termine as suas tarefas

Uma das formas mais eficazes de se livrar dos arrepios de domingo é, para começar, evitar que estes aconteçam. Isto significa tentar terminar quaisquer tarefas que precise de fazer antes do fim-de-semana, em vez de as deixar até segunda-feira de manhã.

Quando sabe que tem assuntos inacabados para tratar na segunda-feira, isso pode ter uma série de efeitos sobre si, inclusive arruinando o seu sono nocturno e tornando-o mais ansioso no domingo. Pode até afectar a sua semana seguinte, tornando-o mais susceptível a sentir-se esgotado. É por isso que começar a semana com uma folha limpa é crucial.

Antes de desligar o seu computador na sexta-feira à noite, poderá também querer ter tempo para reflectir sobre as coisas negativas que possam ter acontecido durante a semana, considerar que mudanças poderá querer fazer para a semana seguinte e tentar atar quaisquer pontas soltas e tarefas fáceis que possa fazer, em vez de as deixar para segunda-feira.

Se estiver a meio de um projecto a longo prazo, pelo menos tente completar uma etapa do trabalho, o que o ajudará a sentir que um capítulo do seu trabalho está encerrado na sexta-feira, com um novo capítulo pronto para começar na segunda-feira.

2. Antecipação positiva

Provavelmente a maior razão para se sentir ansioso no domingo à noite deve-se ao receio do trabalho que tem de fazer na semana seguinte - especialmente aquelas tarefas que odeia fazer.

Mas ter acontecimentos planeados para a semana que possa desejar pode ajudar a equilibrar estas emoções negativas e fazer com que se sinta mais positivo em relação à cabeça da semana. Tente criar uma nova rotina no domingo onde planeie coisas divertidas que pode fazer na semana seguinte, tais como encontrar amigos para almoçar ou ir ao cinema depois do trabalho.

3. Escreva-o

Se tiver os seus arrepios de domingo mas não fizer ideia do que os está a causar, tome 20 minutos de tempo ininterrupto para escrever os seus pensamentos e sentimentos mais profundos. Este simples exercício pode ajudá-lo a descobrir o que causa os seus pensamentos ansiosos, o que, em última análise, o ajudará a lidar com eles.

Mas se é alguém que nunca tentou escrever de forma expressiva antes, aqui estão algumas coisas que o podem ajudar a começar:

Escreva sobre os seus desafios utilizando uma perspectiva diferente (por exemplo, da forma como os seus pais ou melhor amigo os poderiam ver).

Tente escrever em alturas diferentes do dia. Poderá estar mais concentrado em diferentes alturas, o que pode ser importante para o ajudar a sintonizar-se com o que está a sentir.

Se achar difícil falar ou escrever sobre si mesmo, imagine que está a escrever tendo em mente um público específico, tal como um seu amigo. Isto pode ajudá-lo a expressar melhor o que está a sentir e a compreender porque se está a sentir assim.

Se escrever não é para si, utilize um gravador ou vídeo para o ajudar a exprimir-se.

É claro que há muitas razões para que as pessoas possam experimentar os arrepios de domingo. Embora alguns destes factores possam mudar, alguns são um pouco mais difíceis de abordar, como por exemplo se os seus sentimentos de ansiedade se devem a trabalhar com pessoas que o tratam de forma injusta.

Mas independentemente das razões pelas quais possa ter os arrepios de domingo, lembre-se que muitas vezes tendemos a exagerar as nossas ansiedades nas nossas cabeças - e muitas vezes estes receios acabam por se revelar infundados.

Patrocinados