Fundos Europeus: ministra responde a Marcelo e diz que "as preocupações do Presidente são as preocupações do Governo"

5 nov, 17:40

Ana Abrunhosa afirmou que Portugal "já está a gastar e a investir" o dinheiro recebido para o Portugal 2030

A ministra da Coesão Territorial garantiu que as preocupações referidas pelo Presidente da República sobre os Fundos Europeus são “de todos os governantes”. Lembrando que estava ao lado de Marcelo Rebelo de Sousa quando o chefe de Estado disse que não perdoaria uma má execução daquele dinheiro, Ana Abrunhosa afirmou que esta é “uma oportunidade única” que deve ser bem executada.

“As preocupações do senhor Presidente são também as preocupações do Governo”, reiterou, lembrando que os dados são públicos, mas divulgando-os: no caso do Portugal 2020 a execução deve ser de 87% até ao final do ano, esperando-se a conclusão do plano em 2023. No caso do Portugal 2030 está assinado o acordo de parceria, estando já em execução algumas das verbas.

“Já estamos a gastar e a investir por conta do Portugal 2030”, acrescentou, sublinhando ainda que estão a ser cumpridos os planos previstos no Plano de Recuperação e Resiliência. “Até agora todas as metas e pedidos de pagamento estão dentro da data”.

Ana Abrunhosa reforçou que o Governo permanece atento, destacando que os vários ministérios, bem como as autarquias, devem também ser responsáveis pela alocação dos fundos.

Questionada pela CNN Portugal (do mesmo grupo da TVI) sobre se terá mais dias felizes do que infelizes, numa alusão às palavras do Presidente da República, a ministra da Coesão Territorial acredita que as verbas vão ser executadas, ressalvando que o processo vai requerer atenção e monitorização.

Relacionados

Governo

Mais Governo

Patrocinados