Acidente de trabalho faz ferido grave eletrocutado nas minas de Aljustrel

Agência Lusa , BC
23 mar 2023, 14:18
INEM

Homem sofreu queimaduras devido a um cabo de alta tensão

Um homem, de 46 anos, sofreu esta quinta-feira ferimentos graves ao ser eletrocutado por um cabo de alta tensão, num acidente de trabalho no complexo mineiro de Aljustrel (Beja), revelaram a Proteção Civil e os bombeiros.

Em declarações à agência Lusa, fonte do Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Baixo Alentejo explicou que os bombeiros receberam o alerta para o acidente de trabalho às 12:19.

“É um ferido grave. O homem sofreu queimaduras devido a um cabo de alta tensão”, disse a mesma fonte.

Igualmente contactada pela Lusa, fonte da corporação dos Bombeiros Voluntários de Aljustrel explicou que o ferido grave é “um trabalhador, de 46 anos, de uma outra empresa que trabalha para a Almina”, concessionária das minas daquela vila alentejana.

O ferido grave, transportado de ambulância para o hospital de Beja, “foi eletrocutado pelo cabo de alta tensão”, acrescentou a mesma fonte dos bombeiros.

Já fonte do Comando Territorial de Beja da GNR precisou à Lusa que a vítima, de nacionalidade portuguesa, foi “eletrocutada num quadro elétrico à superfície da mina”.

A Unidade Local do Litoral e Baixo Alentejo da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) já mobilizou uma equipa para o local, para “dar início às averiguações, no âmbito do processo de inquérito ao acidente de trabalho”, disse à Lusa fonte do organismo.

Segundo o Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil, para o local foram mobilizados 19 operacionais, apoiados por seis veículos. Foi ainda acionado um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), mas que não chegou a helitransportar a vítima.

 

RRL // VAM

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados